Those Who Work

Locarno Festival 2018 disponível no Festival Scope

À semelhança de outras iniciativas, o Festival Scope traz aos amantes do cinema mais um festival, desta vez o Locarno Festival 2018!

Disponível em todo o mundo, o festival online decorre gratuitamente entre 4 e 31 de agosto, levando nove filmes a todos os amantes do cinema. Esta iniciativa pretende partilhar filmes normalmente só encontrados em festivais, demonstrando o talento mundial. Para veres as obras basta passares no site do Festival Scope, registares-te e escolher o filme – disponível após a sua estreia no festival.

Lê Também:
Fortes candidatos aos Óscares 2019 que já têm trailer

Lembra-te, contudo, que apesar dos bilhetes virtuais serem gratuitos, existe um limite de espectadores, por isso, aproveita para ver os títulos que mais te deixam curioso antes que seja tarde! No final, poderás ainda votar no Cinelab Award que irá premiar o vencedor com 22.000 euros para o seu próximo projeto.

LOCARNO FESTIVAL – OS FILMES

Sophia Antipolis

“Sophia Antipolis” de Virgil Vernier segue uma jovem que mora da Riviera Francesa, um lugar onde os sonhos se deveriam tornar realidade. Mas o medo e o desespero escondem-se abaixo da superfície. Por debaixo de um sol enganador, cinco vidas mapeiam a história assombrosa de uma jovem mulher, Sophia.

Suburban Birds

“Suburbian Birds” de Qiu Sheng mergulha num subúrbio vítima da subsidência do solo. Hao é um dos engenheiros enviados para investigar e durante a sua pesquisa encontra um diário que parece contem profecias da sua própria vida.

Young and Alive

“Young and Alive” de Matthieu Bareyre leva o espectador a uma Paris pós ataque terrorista. Os jovens procuram o seu lugar num mundo que não compreendem. Enquanto procuram por formas de mudar as regras, liderados por novas caras, levados pelos seus ideais e valores, eles abrem um novo diálogo, desafiam o estado, e preparam-se para uma nova revolução.

“Long Way Home” de André Novais Oliveira centra-se em Juliana, uma mulher que se muda da pequena cidade de Itaúna para a cidade metropolitana de Contagem. Enquanto espera pelo seu marido, ela adapta-se à nova vida, conhece novas pessoas e abre os seus horizontes.

“Those Who Work” de Antoine Russbach segue Frank, um homem que dedica a sua vida ao trabalho. Não importante o lugar ou a circunstância, ele está sempre ao telefone. No entanto, quando ele se vê obrigado a lidar com uma situação de crise, Frank toma uma decisão que o leva a ser despedido. Enquanto questiona o sistema ao qual deu a sua vida, ele terá agora de tentar emendar o laço que tem com a sua filha mais nova, Mathilde.

“Closing Time” de Nicole Vögele é uma meditação cinematográfica, uma jornada caleidoscópica que assenta nas cores, nas sensações e nos materiais da vida. Uma tentativa de capturar o tempo, um exercício no somente ver.

trote

“Trote” de Xacio Baño viaja até Galicia e até Carme, uma mulher que vive com a sua mãe doente e o seu pai Ramón, com quem raramente fala. Empregada numa padaria, ela sente o desejo de fugir à atmosfera opressiva mas as circunstâncias acabam sempre por impedi-la. Tudo muda quando durante o “Rapa das Bestas”, o seu irmão mais velho regressa a casa com a sua esposa.

Faust

“Faust” de Andrea Bussmann explora a lenda do fausto de Oaxacan onde habitam contos de monstros fantásticos, telepatia e acordos com o diabo. A fronteira entre o mito e a realidade será desconstruída.

We Are Thankful

“We Are Thankful” de Joshua Magor acontece na cidade de Mphopomeni na África do Sul onde um homem que organiza peças de teatro decide fazer parte de um filme que está a ser filmado numa cidade vizinha. Desde enganar uma empregada a usar feitiçaria, o homem fá-lo para melhorar a sua vida, e no final consegue o que quer, encontrar o realizador do filme.

Ficaste curioso para conhecer algum destes filmes?

Ângela Costa

Mestre em Cinema pela Universidade da Beira-Interior, sou apaixonada pelo cinema japonês e toda a cultura que o envolve. Adoro igualmente fotografia e se tiveres curiosidade passa no meu Instagram ;) Música e videojogos são dois outros grandes interesses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *