Lone Lisbonaires e Andrage

Lone Lisbonaires e Andrage em imagens

Na apresentação do álbum “Varina Voodoo” , os Lone Lisbonaires convidaram Andrage para abrir uma noite que acabou por ser entre iguais.

Com o blues como ponto de partida e o folk norte-americano como ponto de chegada, os Lone Lisbonaires  apresentaram na passada quinta-feira, no Sabotage Club, o seu mais recente trabalho de estúdio de longa duração. Depois de “Deported Songs”, álbum de 2015, a banda utiliza agora a língua e a vivência portuguesa como base primordial de criação. Para abrir este concerto em honra de “Varina Voodoo” a banda convidou Andrage: um grupo que até hoje apenas editou 2 temas, mas que já está investido na preparação do seu primeiro álbum. Navegando desde os beats de Funk até ao Rock psicadélico, partindo de um universo sonoro conhecido atribuindo-lhe novas roupagens, Andrage abriu a noite para um Sabotage cheio de companheiros de viagem com quem partilhou a suas criações: para o que junto de um grande público são faixas desconhecidas, para a plateia da pequena sala de concertos foram grandes êxitos, merecedores de energia digna de um cabeça de cartaz.

Lê Também:
Mês em Música | Playlist de Fevereiro 2019

ANDRAGE | SABOTAGE CLUB

LONE LISBONAIRES | SABOTAGE CLUB

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *