Fiona Apple (foto de Zelda Hallman)

Mês em Música | Playlist de Abril 2020

Playlist de Abril | O álbum do mês

[Em Fetch the Bolt Cutters], mundo e habitação fundem-se na paisagem sonora que envolve a crua voz de Apple, enquanto canta fragmentos de memória retirados de velhos diários, anos de rancor e amargura, confissões de mesquinhez e fragilidade mental, comentários de psicologia feminina, concepções de amor e vislumbres metafísicos. O resultado é um testemunho de genuinidade, a narrativa teatralizada de uma personalidade tão mais vincada quanto mais cresce e amadurece longe da multidão.

Lê Também:
Fiona Apple, Fetch The Bolt Cutters | em análise

Se tamanha sinceridade, expressa em metáforas e versos extraídos do tecido da própria vida, nem sempre redunda num juízo clarividente sobre a experiência humana, pelo menos não falha na descrição cirúrgica e idiossincrática de muitas das vivências que a compõem, nem na imaginação sonora com que as recria. “Heavy Balloon” subsistirá como um dos grandes documentos artísticos da luta contra a depressão. Quando “people like us get so heavy and so lost sometimes/(…) that the bottom is the only place we can find”, quando “the bottom begins to feel like the only safe place that you know”, é então que “I spread like strawberries/ I climb like peas and beans”. Do fundo do oceano para onde se sente atirada, Fiona Apple ressurge e refloresce, ainda outra vez. Embora na poesia de Fetch the Bolt Cutters se enrosque mais o desabafo do que o olhar iluminante, é a sinceridade em si mesma, legitimada pelo talento e pela obra final, que permanece o contributo inestimável de Fiona Apple ao mundo de hoje. Afinal, a música é aquele lugar, oferecido como dom e conquistado na paciência, onde a sua voz “won’t shut up” (Fiona Apple, Fetch The Bolt Cutters, em análise, Maria Pacheco de Amorim).

FIONA APPLE | FETCH THE BOLT CUTTERS

PLAYLIST DE ABRIL | DESTAQUES DO MÊS

  • Ellis, Born Again (Fat Possum, 3 de Abril)
  • Laura Marling, Song For Our Daughter (Chrysalis/Partisan, 10 de Abril)
  • Trace Mountains, Lost In The Country (Lame-O, 10 de Abril)
  • Fiona Apple, Fetch The Bolt Cutters (Epic Records/Sony Entertainment, 17 de Abril)
  • The Mountain Goats, Songs For Pierre Chuvin (Merge, 17 de Abril)
  • Westside Gunn, Pray For Paris (Griselda, 17 de Abril)
  • Weary Eyes, Weary Eyes Ep (Auto-editado, 17 de Abril)
  • Clemency, References Ep (2 B Real, 23 de Abril)

PLAYLIST DE ABRIL | SPOTIFY

Páginas: 1 2

Maria Pacheco de Amorim

Literatura, cinema, música e teoria da arte. Todas estas coisas me interessam, algumas delas ensino. Sou bastante omnívora nos meus gostos, mas não tanto que alguma vez vejam "Justin Bieber" escrito num texto meu (para além deste).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *