Era Uma Vez em... Hollywood | © Big Picture Films

As 10 melhores bandas sonoras de julho

[tps_header]

Já passámos oficialmente a marca do meio do ano e temos cada vez mais bandas sonoras nas nossas favoritas de 2019. A Magazine.HD fez uma seleção das melhores de julho que vais querer ouvir e reouvir!

Quem gosta de bandas sonoras sabe que se pode dividir, de um modo geral, em duas linhas: as composições originais, que são as mais frequentemente aqui referidas, e as músicas não originais que são escolhidas e compiladas para o filme/série. Frequentemente existem até dois discos distintos, baseada nesta diferença. Isto ajuda a que, por vezes, as grandes composições passem mais despercebidas, principalmente porque muitas vezes elas estão lá como apoio, criação de ambiente, etc. Posto isto, nesta rubrica, tento olhar para a banda sonora nestas duas vertentes e procurar o que há de melhor em ambos os campos, mesmo que por vezes os filmes e/ou séries referidos não sejam os melhores no seu todo.

A MHD convida-te, assim, a ouvir as melhores bandas sonoras de julho, que contam com grandes nomes e outros menos conhecidos; composições clássicas e outras muito inovadoras. Garantimos-te que vais olhar para estes filmes/séries de um modo diferente! Eis pois a nossa seleção das melhores bandas sonoras de julho de 2019:

[/tps_header]

O REI LEÃO (2019)

O Rei Leão
“O Rei Leão” | © Disney

Este remake, por mais controvérsia que tenha vindo a gerar, apresenta uma grande banda sonora, obviamente baseada na original. Hans Zimmer, Elton John e Tim Rice voltaram ao estúdio para trabalhar nas composições que já haviam criado. A banda sonora desta adaptação conta também com a participação de Beyoncé.

MÚSICA | OUVE A BANDA SONORA DE O REI LEÃO


VELOCIDADE FURIOSA: HOBBS E SHAW

Velocidade Furiosa
Velocidade Furiosa | © NOS Audiovisuais

Tyler Bates é um dos nomes mais repetidos nas nossas bandas sonoras, mas a verdade é que o seu trabalho é sempre merecedor dessa distinção. No caso de “Velocidade Furiosa: Hobbs e Shaw”, tal como nos restantes filmes e nos demais que e encaixam nesta categoria, a banda sonora é muito importante porque cria um ambiente completamente diferente e dá muito mais vigor à ação inerente a estes filmes. Com um uso inteligente da música eletrónica, como já temos visto noutros trabalhos de Bates, temos uma banda sonora explosiva e muito energética.

MÚSICA | OUVE A BANDA SONORA DE VELOCIDADE FURIOSA: HOBBS E SHAW


ERA UMA VEZ… EM HOLLYWOOD

Era uma vez em Hollywood
Era uma vez… em Hollywood | © Big Pictures

Num filme que se apresenta como uma homenagem à época de ouro dos anos 60 de Hollywood, a banda sonora de “Era Uma Vez… Em Hollywood” é também ela isso mesmo, composta por vários clássicos da altura. É quase uma playlist temática mas sempre com o toque do que encontramos nos filmes do Tarantino, que vale certamente a pena ouvir para nos alegrar o dia.

MÚSICA | OUVE AS MÚSICAS DE ERA UMA VEZ… EM HOLLYWOOD


ANNA: ASSASSINA PROFISSIONAL

Bandas Sonoras
Anna: Assassina Profissional | © EUROPACORP

Eric Serra é conhecido por trabalhar nas bandas sonoras dos filmes de Luc Besson (realizador de “Léon, o Profissional” e “Lucy”, entre outros), já tendo ganho um César de Melhor Banda Sonora com o filme “Subway”, que por cá, a título de curiosidade, foi distinguido como o Melhor Filme no Fantasporto. Serra é perito em compor bandas sonoras contemporâneas, que fogem aos clássicos de orquestra, sempre numa onda de música experimental. É o caso de “Anna”, filme que contém uma banda sonora moderna e muito avant-garde.

MÚSICA | OUVE A BANDA SONORA DE ANNA: ASSASSINA PROFISSIONAL


STUBER

Stuber
Stuber © Big Pictures Films

Stuber” é uma comédia policial que conta com uma banda sonora excelente inovadora, sendo bastante diferente do que se costuma encontrar nestes filmes. Com um toque dos clássicos de orquestra e principalmente com muita exploração da eletrónica, esta banda sonora lembra-nos por vezes os anos 80, trazendo sonoridades parecidas com as que encontramos, por exemplo, em “Stranger Things”.

MÚSICA | OUVE AS MÚSICAS DE STUBER


RASTEJANTES

Rastejantes
Rastejantes | © Paramount Pictures

Em “Rastejantes”, Max Aruj e Steffen Thum criaram uma banda sonora de terror também um pouco diferente do que normalmente se encontra neste campo, aproveitando o melhor que a música eletrónica e os efeitos eletrónicos têm. Apesar de não ter aqueles momentos de “saltar da cadeira”, é intensa e misteriosa, criando um ambiente de alerta e suspense.

MÚSICA | OUVE A BANDA SONORA DE RASTEJANTES


MIDSOMMAR: O RITUAL

Bandas Sonoras
Midsommar | © NOS Audiovisuais (foto de  Gabor Kotschy)

Descrita pelo compositor como “soa como um ataque de pânico”, a banda sonora do último filme de Ari Aster, realizador também de “Hereditário” é tão macabra como o enredo do filme. Bobby já é conhecido pela sua música experimental, também explorando os arranjos eletrónicos. Em “Midsommar” temos realmente um sentimento de constante aflição, fugindo um pouco ao mais tradicional nas bandas sonoras destes filmes que, por norma, exploram mais o suspense e mistério e não tanto o lado psicológico.

MÚSICA | OUVE A BANDA SONORA DE MIDSOMMAR: O RITUAL


THE FAREWELL

The Farewell
The Farewell | © A24

A acompanhar o bonito e simultaneamente triste enredo de “The Farewell” está uma banda sonora fora do comum, que utiliza a voz também como um importante e potente instrumento, acompanhado de cordas que são exploradas também de um modo diferente, entre a dissonância, a harmonia e a marcação do ritmo. O resultado é, também aqui, uma banda sonora muito bonita que nos soa a algo doce.

MÚSICA | OUVE AS MÚSICAS DE THE FAREWELL


BONDING

Bandas Sonoras
Bonding | © Netflix

Numa série cujo próprio tema é desafiante e fora do comum por ainda constituir um tabu, a banda sonora só podia deixar a curiosidade do ar. Antes de ouvir, tentei adivinhar do que se trataria, e pensei em música eletrónica, ao estilo de “Clímax”, embora os temas sejam tratados de maneiras muito diferentes. No entanto, o resultado é bastante original e inesperado, sendo que encontramos nesta banda sonora desde influências da música oriental a sonoridades que lembram os anos 80, tudo embrulhado numa contemporaneidade única.

MÚSICA | OUVE A BANDA SONORA DE BONDING


I LOVE YOU, NOW DIE

Bandas Sonoras
I Love You, Now Die © HBO

Na banda sonora de “I Love You, Now Die” encontramos desde uma espécie de versão contemporânea da música clássica, algumas músicas ao estilo de rock e outras nas quais a música eletrónica é muito utilizada para criar efeitos psicológicos e momentos de tensão. O resultado é, portanto, uma banda sonora muito versátil, apropriada para diversos moods, que vale a pena ser ouvida por si só.

MÚSICA | OUVE A BANDA SONORA DE I LOVE YOU, NOW DIE

O que pensas desta nossa seleção de julho? Alguma banda sonora que acrescentarias ou retirarias?

[tps_footer]

Lê Também:   As 10 melhores bandas sonoras de junho

[/tps_footer]

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *