Meryl Streep em "Não Olhem Para Cima" | © NOS Audiovisuais

Meryl Streep, Ben Stiller e mais 300 atores de Hollywood ameaçam greve

Hollywood pode vir a passar por uma verdadeira crise originada por uma ameaça de greve assinada por atores como Meryl Streep e Ben Stiller.

Numa altura em que os estúdios de Hollywood faturam mais do que nunca à conta do uso de novas técnicas computorizadas, nomeadamente a Inteligência Artificial, centenas de atores começam a ver a sua profissão em risco e ponderam avançar com uma greve. Em causa está o uso dos direitos de imagem e voz, mas também o descarte destes profissionais no que toca à concretização de papéis. Esta ameaça surge uma semana após os argumentistas de Hollywood terem entrado em greve após uma falha do acordo de remuneração. Passaram-se 23 anos desde a última vez que os atores norte-americanos avançaram com uma greve. 

Lê Também:   Disney | Os remakes, dos piores aos melhores

Os atores assinaram, na passada segunda-feira, uma carta dirigida à SAG-AFTRA, onde reivindicavam uma melhoria nas condições de trabalho, nomeadamente no que toca aos salários, considerados por muitos desajustados devido ao crescimento das plataformas de streaming. O documento foi assinado por mais de 300 profissionais que prometeram avançar com uma greve se nenhum acordo for alcançado até ao final do mês. Na carta podia ler-se o seguinte:

Esperamos que tenham ouvido a nossa mensagem: este é um ponto de inflexão sem precedentes no nosso setor, e o que pode ser considerado um bom negócio em qualquer outro ano simplesmente não é suficiente. […] Sentimos que os nossos salários, o nosso ofício, a nossa liberdade criativa e o poder do nosso sindicato foram prejudicados na última década. Precisamos de reverter essas trajetórias.” 

Entre os atores que assinaram a carta encontram-se grandes nomes de Hollywood, como Meryl Streep, Ben Stiller, Kevin Bacon, Ariana DeBose, Eva Longoria, Neve Campbell, entre muitos outros. Caso a greve avance, a indústria do cinema poderá vir a ter prejuízos equivalentes a milhões de euros.

O que pensas desta ameaça de greve?



Também do teu Interesse:


About The Author


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *