"Caranguejo", da iraniana Shiva Sadegh Asadi , é um dos filmes presentes nesta antevisão |©MONSTRA

MONSTRA NA FILMIN | Best of Curtas 2021, em análise

A MONSTRA na FILMIN Portugal é mais uma aposta do Festival de Animação de Lisboa no sentido de dinamizar a exibição da sua programação em cenário pandémico. Em 2021 o Festival acontece mais tarde que o habitual, entre 21 de julho e 1 de agosto. 

Em 2020 as secções competitivas de curtas mudaram-se para os ecrãs das televisões, computadores e smartphones com a “MONSTRA em Casa” (antes do evento físico regressar no outuno). Desta vez a competição propriamente dita acontecerá no verão, mas por agora temos direito a uma antevisão.

Entre obras que comemoram os 20 anos do Festival, retrospetivas de grandes autores de animação ou de estúdios de referência ou ainda três sessões pré-festival 2021, há 10 sessões de cinema para ver na MONSTRA na FILMIN.

Estes filmes foram disponibilizados na FILMIN Portugal a 17 de março e podem ainda ser vistos este fim de semana, até dia 4 de abril . As sessões estão ao alcance de todos os que subscrevem ao serviço. Para quem não tem conta paga na FILMIN é possível comprar bilhetes individuais (cada sessão de curtas custa 0.95€, cada longa-metragem 2.95€).

Vimos a secção “Best of Curtas 2021”, a qual permite antever as melhores curtas-metragens a descobrir no verão. Este é um conjunto forte de 11 filmes, composto na sua vasta maioria por cinema europeu e mais especificamente por diversas obras francesas. Abaixo ficam as nossas mini-análises.

1 de 11

1 – UTOPIA-C DE REINHOLD BIDNER (ÁUSTRIA, 2020, 8′) 

MONSTRA NA FILMIN Utopia

 

Utopia-C é uma curta-metragem/documentário animado sobre as experiências pessoais e observações sobre a terra natal do realizador nestes estranhos tempos de confinamento que atravessamos.

Este pequeno filme resulta de imagens captadas entre março e junho de 2020 pelo realizador Reinhold Bidner, à medida que tenta navegar os resultados inesperados da pandemia de Covid-19. Confinado à sua terra natal, em Salzburgo, na Áustria, Reinhold procura manter a sanidade à medida que os seus planos se começam a desmoronar.

Os pensamentos e observações deste cineasta expressam-se de uma forma criativa e não-formatada, ilustrando aquela que é a história de todos nós. Numa curta com menos de 8 minutos, o artista consegue manter um ritmo constante acelerado, contrastante com a pacata existência que leva durante estes meses.Com ele acompanhamos a evolução das estações e reconfortamo-nos sabendo que a Terra não confinou connosco. É neste casamento entre stop motion com imagem real, animação computada 2D ou ainda animação tradicional desenhada à mão que encontramos uma pequena peça experimental humorística capaz de transmitir muito em pouco tempo.

Classificação: 80/100

1 de 11
Têm seguido as sessões especiais da MONSTRA na FILMIN?

Lê Também:
FILMIN Portugal recebe a MONSTRA entre março e abril

Maggie Silva

Comunicadora de profissão e por natureza. Dependente de cultura pop, cinema indie e vítima da incessante necessidade de descobrir novas paixões. Campeã suprema do binge watch, sempre disposta a partilhar dois dedos de conversa sobre o último fenómeno a atacar o pequeno ou grande ecrã.

Maggie Silva has 348 posts and counting. See all posts by Maggie Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *