Wonders of Ocean | © National Geographic Wild

National Geographic Wild | Os destaques de junho

Em junho o National Geographic Wild vira as suas atenções para os oceanos, os segredos de África e uma reflexão sobre a caça. Não percas nada!

Para este mês, o National Geographic Wild divide-se em 3 grandes temas: oceanos, a natureza e vida selvagem do continente africano e ainda uma interessante visão sobre ser calçador ou caçado. Dos mistérios dos oceanos e sobrevivência em ilhas isoladas, até aos desertos africanos, vida selvagem em habitats épicos ou animais que sobrevivem no Saara, nada irá faltar neste mês no canal de vida selvagem!

Será que vais conseguir ficar a par de tudo?

WONDERS OF THE OCEAN

© National Geographic Wild

Estreia: Segunda-feira, dia 8 de junho, às 17h00

É no dia 8 de junho que se celebra o Dia Mundial dos Oceanos e para o celebrar o National Geographic Wild estreia a série “Wonders of the Ocean”. Nesta nova série ficaremos a saber um pouco mais sobre as ilhas do Pacífico, conhecidas por terem magníficas construções de corais, vulcões fumegantes e até serem encaradas como pedaços de continentes perdidos no vasto oceano. “Wonders of the Ocean” vai descobrir as mais loucas e surpreendentes histórias de adaptação e capacidade de sobrevivência nestas ilhas, as “Ilhas da Vida”.



AFRICA’S HIDDEN WONDERS

© National Geographic Wild

Estreia: Domingo, dia 7 de junho, às 17h00

De desertos selvagens e vulcões ativos a imensos lagos e rios, África é uma terra de extremos. Em todo este continente imponente, as mais majestosas e mais pequenas criaturas da natureza lutam pela sobrevivência em algumas das condições mais adversas do mundo. Nos habitats naturais mais épicos do planeta, grandes predadores vagueiam pelas savanas, macacos habitam altos picos de montanhas, enquanto insectos e cobras ocupam as florestas mais impenetráveis ​​do planeta.

Lê Também:
Famosos em Perigo com Bear Grylls T5, primeiras impressões

“Africa’s Hidden Wonders” será emitida aos domingos, às 17h00, e é composta por três episódios, focados no Ruanda, Etiópia e no deserto do Saara. No Ruanda, coberto por névoas e cercado por densas selvas repletas de predadores, podemos observar uma terra tropical que fica na crista da espinha dorsal montanhosa de África, lar dos grandes símios africanos e de algumas das paisagens mais misteriosas do continente. A Etiópia é é uma terra de extremos – desde lagos exuberantes a picos altos – onde a toda a vida se teve que adaptar para sobreviver. Este país abrigou a vida desde o início dos tempos, constituído por montanhas que escondem tesouros naturais da vida selvagem, que já não existem em mais nenhum outro lugar. Por outro lado, o Saara, o maior deserto do mundo, tem um ambiente extremo que cobre uma vasta faixa do norte da África – com quase nenhuma água ou comida disponível, na superfície, parece ser uma terra vazia e desolada. No entanto, escondidas para lá do exterior seco estão espécies especializadas que se adaptam a este clima.



HUNTER VS HUNTED

© National Geographic Wild

Estreia: Segunda-feira, dia 15 de junho, às 17h00

Está a passar-se algo com os limites da civilização. Existem pessoas a desaparecer misteriosamente, e os seus corpos a serem descobertos com ferimentos terríveis. Cada vez com maior frequência estão a ser reportados casos bizarros de criaturas selvagens que atacam seres humanos. Apesar de alguns casos poderem ser facilmente explicados, existem outros que ainda são um mistério, mesmo para os especialistas. Será que existe uma tendência emergente e perigosa que torna os caçadores em vítimas das suas antigas presas?

Marta Kong Nunes

Fanática de cinema e séries por pura paixão, sou da geração Disney mas também das Tartarugas Ninjas, Motoratos e afins. Já passei pela obsessão de vários géneros de cinema e apesar de me considerar eclética, nada me tira o gozo de um bom filme de acção (por muito irrealista que seja). Séries também se devoram por cá, mas a magia de um filme, será sempre a magia de um filme!

Marta Kong Nunes has 3085 posts and counting. See all posts by Marta Kong Nunes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.