O Pátio das Cantigas é o filme português mais visto de sempre

 

Este remake de um dos grandes clássicos do cinema português, realizado por Leonel Vieira, atingiu o topo da tabela nacional.

 
O Pátio das Cantigas
 
Em apenas 25 dias de exibição, o número de espetadores atingiu os 392.000, com O Pátio das Cantigas a ultrapassar O Crime do Padre Amaro (380.671 espetadores) e tornando-se o filme mais visto da história do cinema nacional.

O sucesso foi registado, também, nas receitas de bilheteira, que ultrapassaram este fim-de-semana os 2 milhões de euros – sendo o Pátio das Cantigas o filme português que mais gerou receita de bilheteira, de acordo com o Instituto do Cinema e Audiovisual.

O Pátio das Cantigas, que agora lidera a lista dos filmes nacionais mais vistos, estreou no dia 30 de julho nas salas de cinema e está incorporado no projeto da Stopline e da SkyDreams para a apresentação de uma trilogia de clássicos do cinema português – O Leão da Estrela, que estreia este Natal, e o filme A Canção de Lisboa que será lançado em 2016.

Lê Também:
NOS Studios comemora o 2º aniversário

Miguel Guilherme, César Mourão, Dânia Neto, Sara Matos, Rui Unas, Aldo Lima, José Pedro Vasconcelos, Oceana Basílio e Manuel Marques são algumas das caras bem conhecidas do cinema português que compuseram o elenco deste filme.

O realizador Leonel Vieira recorda que quando projetou os filmes a ideia foi ”manter os títulos, manter os nomes dos atores mas pensamos tudo  de forma a fazer desta triologia uma homenagem aos filmes originais”. O também Presidente da Stop Line sublinha o “enorme obrigado” que é preciso deixar a todos: “Ao elenco, à equipa técnica aos nossos parceiros e, acima de tudo, ao público” que “colocou este filme novamente no topo da História do cinema Português”.

Para José Gandarez, Presidente da Sky Dreams Entrertainments e responsável pela ideia original do projeto dos «Novos Clássicos», “é uma grande felicidade o público ter correspondido de forma tão massiva. Não fizemos o projeto a pensar em resultados, números de espectadores ou no que a crítica poderia pensar. A ideia simples era homenagear e divertir os portugueses (…) melhor que conseguir realizar o projecto, é ver hoje o reconhecimento e aceitação que o mesmo teve junto dos portugueses. E de facto, em 24 dias de exibição, ser já o filme português mais visto de sempre é o maior prémio e gratificação que eu e minha produtora poderíamos obter”.

Lê Também:
Hotel Transylvania: Transformania recebe poster divertido

O Pátio das Cantigas continua em exibição nos cinemas de todo o país.
 

Beatriz Barroca

Amante das artes em geral, e do cinema, música, teatro, televisão e literatura em particular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *