Alicia Vikander | © ABC/Rick Rowell

As piores vencedoras do Óscar de Melhor Atriz Secundária

De Gale Sondergaard a Regina King, examinámos as 81 performances vencedoras do Óscar para Melhor Atriz Secundária em busca das piores galardoadas de sempre. 

Seguindo os artigos que fizemos sobre os Óscares para Melhor Atriz e Melhor Ator, chegou agora o momento de explorarmos as vencedoras do galardão para Melhor Atriz Secundária. Este prémio, ao contrário das outras duas categorias, só foi instaurado no nono ano dos Óscares, pelo que tivemos menos filmes em consideração. Além disso, convém mencionar que esta é talvez a categoria de atuação com melhor coleção de vencedores. Pelo menos, foi muito mais difícil encontrar verdadeiros desastres aqui, do que foi para Melhor Ator, por exemplo.

Em termos de menções honrosas, ou desonrosas neste caso, temos que dar destaque a duas premiadas dos anos 50. Tanto Gloria Grahame em “Cativos do Mal” e Miyoshi Umeki em “Sayonara” ganharam pelo seu trabalho com papéis minúsculos que não ofereciam às atrizes nenhuma oportunidade para fazer algo que merecesse o Óscar. Ambas ganharam por razões que nada têm que ver com a qualidade do seu trabalho nestes filmes.

Lê Também:
Se Esta Rua Falasse, em análise

Grahame teve um ano espetacular em 1952 e o Óscar quase vale por todos os filmes da atriz nesse ano, sendo um prémio mais de carreira do que de um feito individual. Pelo que nos compete, teríamos gostado muito mais de ver a atriz ganhar o prémio por “Medo Súbito”, um film noir que estava elegível no mesmo ano. No caso de Umeki, tratou-se de um gesto com grande significado político por parte da maior indústria cultural dos EUA, uma mostra de reconciliação para com o Japão depois dos ressentimentos do pós-guerra se começarem a atenuar.

Sem muitas mais demoras, aqui seguem as nossas escolhas para as 10 piores vencedoras do Óscar para Melhor Atriz Secundária. Lembramos que esta não é uma lista de más atrizes, mas de performances que não mereciam este prémio, tanto pela qualidade da performance como pela sua competição mais merecedora. Segue as setas para explorar o artigo, sendo que a pior vencedora de sempre está no último slide.

1 de 10

10. Helen Hayes em AEROPORTO

airport helen hayes melhor atriz secundaria piores vencedoras
© Universal Pictures
  • Ano da cerimónia: 1971
  • Papel: Ada Quonsett, uma idosa que tem por hábito viajar em voos para os quais não comprou bilhete e, no mesmo dia em que é apanhada, acaba por se ver envolvida nas tentativas de travar um bombista num avião para Los Angeles.
  • Quem devia ter ganho: Lee Grant em O SENHORIO

Em 1970, quando “Aeroporto” estreou, Helen Hayes era considerada uma das grandes atrizes dos palcos, uma verdadeira veterana do show business. Além disso, ela era já uma atriz vencedora do Óscar, tendo conquistado o galardão nos anos 30 com “O Pecado de Madelon Claudet”. Basicamente, o nome desta atriz era sinónimo de prestígio e foi exatamente isso que os cineastas por detrás deste blockbuster histórico queriam quando a escolheram para o papel mais cómico da obra.

O prestígio que Hayes e outros atores de semelhante importância deram ao projeto fez com que “Aeroporto” se conseguisse catapultar para o palco dos Óscares. Este foi o filme que deu início a uma torrente de filmes sobre desastres vistosos com elencos de luxo, marcando toda a década de 70. Foi também um dos filmes mais lucrativos do seu ano de estreia e, como sempre, os Óscares têm por hábito ignorar a má qualidade de algumas produções quando o seu sucesso comercial é tão impossível de ignorar. Sucesso comercial, apelo popular, prestígio e um papel cómico que se destaca num filme tenso, estes foram os ingredientes que levaram à segunda vitória de Hayes.

Um elemento que parece não ter sido considerado por ninguém é a performance em si. Basicamente, Hayes está em modo de piloto automático ao longo do filme, passando pelas partes mais rebuscadas do enredo com um sorriso meio vago e uma boa dose de charme. É certo que no meio de todo o portentoso suspense de “Aeroporto”, esta idosa sorridente acaba por ser uma brisa de ar fresco, mas de modo algum isso lhe devia ter valido um Óscar. Trata-se de uma prestação fácil e medíocre, especialmente quando comparada às outras nomeadas, incluindo Maureen Stapleton que também foi indicada por este mesmo filme.

1 de 10

Cláudio Alves

Licenciado em Teatro, ramo Design de Cena, pela Escola Superior de Teatro e Cinema. Ocasional figurinista, apaixonado por escrita e desenho. Um cinéfilo devoto que participou no Young Critics Workshop do Festival de Cinema de Gante em 2016. Já teve textos publicados também no blogue da FILMIN e na publicação belga Photogénie.

One thought on “As piores vencedoras do Óscar de Melhor Atriz Secundária

  • Sobre Renée zellweger eu acho que você até que acertou, pq todos sabíamos que ela era pra ter ganhado no ano anterior por chicago.. foi meio que um prêmio de consolação.. entretando a atuação dela não foi ruim.. ela fez o que o roteiro lhe mandou fazer e ponto..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *