"The Sandman" (2022) ©Netflix

Sandman: Mestre dos Sonhos, primeira temporada em análise

A realidade não é nada sem sonhos e “Sandman: Mestre dos Sonhos” de Neil Gaiman para a Netflix é sem dúvida uma das grandes estreias de 2022.    

“You’re Dreaming, Darling. Anything Is Possible.”

“Stardust”, “Coraline”, “American Gods”, “Good Omens”, são vários os trabalhos notáveis de Neil Gaiman e marcantes as suas adaptações para o ecrã. No entanto, a obra-prima de um dos maiores escritores de fantasia da atualidade aconteceu entre 1989–1996 com a publicação da série “The Sandman” pela DC Comics (devendo a sua criação também a Sam Kieth e Mike Dringenberg). A série original teve 75 edições, chegou a ser colocada sob a marca Vertigo da DC e, após a aposentadoria da Vertigo em 2020, as reimpressões foram publicadas sob a marca Black Label também da DC.

Aclamado pela crítica, “The Sandman” foi um dos primeiros romances gráficos a estar na lista de best-sellers do The New York Times, junto com “Maus”, “Watchmen” e “The Dark Knight Returns”. Foi uma das cinco novelas gráficas a entrar na lista “100 melhores leituras de 1983 a 2008” da Entertainment Weekly, ficando em 46º lugar. A série exerceu uma influência considerável sobre o género de fantasia e é frequentemente considerada uma das maiores novelas gráficas de todos os tempos.

Lê Também:
American Gods, em análise | Primeiras impressões

Foram várias as tentativas de versões cinematográficas e televisivas de “Sandman”. Já em 1990 começaram as discussões para uma adaptação em filme. Em 2013 a Warner Bros. chegou a anunciar que uma adaptação cinematográfica estava em produção, com David S. Goyer no comando e protagonizada por Joseph Gordon-Levitt, mas foi cancelada em 2016.

O sucesso da série “Good Omens” foi o impulso para Goyer convencer Gaiman a produzirem uma adaptação televisiva de “Sandman”, e logo em 2019 o projeto foi aceite pela Netflix. Para aumentar o interesse e a expectativa para a série televisiva, em julho de 2020 e setembro de 2021, dois dramas de áudio com elenco completo foram lançados exclusivamente pela Audible, protagonizados por James McAvoy, narrados por Gaiman e dramatizados e dirigidos por Dirk Maggs. Foram precisas décadas, mas em Agosto de 2022, foi lançada finalmente na Netflix uma adaptação para a televisão. Felizmente toda a espera valeu a pena.

“The Sandman” (2022) ©Netflix

Estreada a 5 de Agosto de 2022, a série foi desenvolvida por Gaiman, Goyer e Allan Heinberg para o serviço de streaming Netflix e com produção pela DC Entertainment e Warner Bros. Tom Sturridge lidera o elenco no papel de Morpheus/Dream – a personificação dos sonhos e pesadelos, e o governante do Dreaming, e nos papéis principais acompanham-no Boyd Holbrook como o pesadelo Corinthian, Vivienne Acheampong interpreta a bibliotecária Lucienne e Patton Oswalt dá voz ao corvo Matthew. O elenco é ainda composto pelas estrelas: David Thewlis, Jenna Coleman, Gwendoline Christie, Kirby Howell-Baptiste, Ferdinand Kingsley, Sandra James-Young, Kyo Ra, Razane Jammal e Eddie Karanja.

A nível mundial, “The Sandman” (“Sandman: Mestre dos Sonhos” em português) ficou durante três dias, após o seu lançamento, em primeiro lugar no Top 10 da Netflix, com 69,5 milhões de horas assistidas. Permaneceu ainda na sua primeira semana como o programa mais assistido na lista semanal dos 10 programas de TV mais assistidos da Netflix. As críticas têm sido consensualmente positivas com elogios que começam no elenco e se estendem até ao design de produção, os figurinos, a fidelidade ao material de origem, os efeitos visuais e performances notáveis. No site Rotten Tomatoes a série está com uma taxa de aprovação de 87%, tendo uma avaliação de 66/100 no Metacritic.

Netflix © 2022

Sandman” encontra um equilíbrio ideal para os fãs dos comics, reservando algumas surpresas ao mesmo tempo que se mantém fiel ao material de origem. Tom Sturridge merece uma vénia pela excelente interpretação como Morpheus, mas não são menos os aplausos para os seus colegas Boyd Holbrook e David Thewlis, que entregaram performances inesquecíveis. A acrescentar ainda elogios para uma das melhores personificações da Morte por Kirby Howell-Baptiste e para os surpreendentes trabalhos na reimaginação de Constantine e Lucifer, trazidas ao ecrã por Jenna Coleman e Gwendoline Christie, respetivamente.

No geral será sem surpresas quando virmos a série integrar na maioria das listas de melhores estreias de 2022. Em particular, o episódio “24/7” tem sido destacado como um dos melhores episódios na televisão do ano, sem falar da épica batalha entre Morpheus e Lucifer.

“The Sandman” (2022) ©Netflix

É difícil encontrar grandes falhas na série. Embora algumas diferenças na adaptação tenham provocado alguma ansiedade, rapidamente foi provado que a equipa produtiva sabia o que estava a fazer, introduzindo voltas que cativaram mesmo quem já tinha lido o material de origem. Foi professado nalguns círculos a preocupação pelo público não familiar com a literatura original poder achar a narrativa demasiado complexa, mas parecem-me pensamentos condescendentes, uma vez que a linha seguida pela série é envolvente e coerente. No final ficamos todos com grandes expectativas para ver o que acontecerá nos próximos arcos.

Algumas pessoas sentiram alguma divagação em episódios a meio da temporada, criticando a mudança no ritmo e na linearidade da história. Porém, é preciso lembrar que “Sandman” é uma história de fantasia sobre a humanidade, e são por vezes as histórias mais desligadas dum fio principal que nos dão as lições mais valiosas.

The Sandman
“The Sandman” (2022) ©Netflix

“If Dreams Disappear, Then So Will Humanity.”

Os designs e os efeitos visuais transportaram-nos para mundos de sonhos e pesadelos, num caminho de auto descobrimento sobre a nossa própria humanidade. Esperemos que a renovação não tarde e que no futuro esta adaptação não perca a coragem de nos continuar a surpreender.

TRAILER | BEM VINDO AO MUNDO DOS SONHOS!

Qual a melhor adaptação de Neil Gaiman?

Sandman: Mestre dos Sonhos, primeira temporada em análise
The Sandman

Name: Sandman: Mestre dos Sonhos

Description: Alguém fez o inimaginável e capturou o Mestre dos Sonhos. Após anos de cativeiro, Morpheu parte numa viagem através de vários mundos para encontrar o que lhe foi roubado e recuperar o seu poder.

  • Emanuel Candeias - 93
93

CONCLUSÃO

Sonhos tornados realidade foi o que Gaiman, Goyer e Heinberg conseguiram ao trazerem-nos esta adaptação de “Sandman” para a Netflix. Começa a corrida para os Emmys.

Pros

  • Gaiman, Goyer e Heinberg fizeram valer a pena a espera pela adaptação;
  • Tom Sturridge é um fantástico Dream of the Endless;
  • Todo o elenco está de parabéns com algum destaque para Boyd Holbrook, David Thewlis, Jenna Coleman e Gwendoline Christie;
  • Excelente versão da Morte;
  • Fiel ao material de origem.

Cons

  • “So Many People Are Looking For Reasons To Be Unhappy.” – que é como quem diz, nada a apontar.
Sending
User Review
5 (1 vote)

Emanuel Candeias

Graduado em Hogwarts, foi head-boy de Ravenclaw. Aventurou-se durante uns tempos pela Middle-Earth e por Westeros, tendo feito grandes amizades na House Stark e com os elfos de Lothlórien. De forma a aprofundar os seus conhecimentos contactou grandes mentes como Doctor Banner, Doctor Strange e chegou mesmo a viajar com Doctor Who. Dedicou-se durante uma temporada a fortalecer a sua espiritualidade em Konoha, onde aprendeu com os mestres Goku e Naruto. Neste momento encontra-se perdido no Matrix. O seu sonho é vir a ingressar na Starfleet.

Emanuel Candeias has 261 posts and counting. See all posts by Emanuel Candeias

Leave a Reply