Foto de David Passos © MHD

Sol da Caparica 2022 | Chico da Tina provoca um sismo

O Sol da Caparica 2022 foi epicentro de um sismo, provocado pelo concerto energético de Chico da Tina. Apesar dos avisos, houve alguns incidentes. 

Não existe melhor expressão para descrever o recinto do Palco Free Now para concerto do Chico da Tina, do que, “estava à pinha”. Para onde quer que se olhasse, estavam pessoas ansiosas para receberem o artista. Até depois da linha que ainda dava para observar o palco, existiam pessoas ansiosas. Antes de entrar em palco, o ecrã passou um aviso sobre o que se iria passar no concerto. Devido à energia das suas músicas e à probabilidade do público abrir moshpits, o artista avisou que quem tivesse problemas de saúde, sobretudo respiratórios, devia sair dali, sobretudo das linhas da frente. Ao mesmo tempo que pedia, se alguém cai-se, que não espezinhassem, e ajudassem. Após o final da mensagem, ao mesmo tempo que o público gritava, surgia o Chico da Tina, com uma energia que ia até ao lado mais afastado do recinto.

Lê Também:
Sol da Caparica 2022 | A festa do Conjunto Cuca Monga

O artista não estava sozinho em palco, fazia-se acompanhar da sua equipa, sendo que alguns membros são seus familiares, como é o caso do Fredo. Todos estavam com uma energia explosiva, e o público espelhava essa mesma energia. Infelizmente, ainda no início do concerto, houve quem se sentisse mal. Ao verificar isso, Chico da Tina mandou parar a música para certificar-se que estava tudo bem. Ao mesmo tempo, outros elementos que estavam do palco começaram a distribuir águas pelo público. No decorrer de todo o concerto, foram várias vezes distribuídas águas, algo essencial sobretudo com a poeira que se levantava. Depois das pessoas do público serem prontamente assistidas, o concerto prosseguiu com um energia que parecia não parar de subir.

Sol da Caparica 2022
Foto de David Passos © MHD

Assim sendo, os vários insufláveis que se encontravam no palco foram arremessados para o público. Se o público já estava ao rubro, os diversos insufláveis causaram uma euforia generalizada. Antes de prosseguir para as músicas mais conhecidas, um elemento da equipa de Chico da Tina, Fredo, tinha um anúncio para fazer. Estava noivo e prestes a casar, e para celebrar a ocasião, trouxe um garrafão de vinho produzido por ambos, no Alto Minho. Além disso, acabou por explicar as especificidades do vinho, entre os aromas e castas utilizadas. E na mesma linha de união e amor, Chico da Tina pediu ao público para cumprimentarem-se, e para replicarem a forma de um coração com as mãos. Ambos os pedidos foram prontamente realizados pelo público.

Enquanto isso, o público estava entretido a empurrar os insufláveis, que pela força utilizada, começaram a furar-se, até que ficassem sem ar. Além disso, em algumas músicas, como por exemplo “Põe-te Fino”, foram disparados confetes, que coloriram o céu.

Sol da Caparica 2022
Foto de David Passos © MHD

Em todo o concerto, as partes mais periféricas do público começaram a abandonar o recinto, devido à confusão. Apesar dos diversos pedidos do artista em ajudarem o próximo, houve pessoas que excederam-se, algo fora do controlo do artista. O concerto estava prestes a terminar mas o público continuava ao rubro. Assim sendo, Chico da Tina escolheu “Resort” para fechar a sua estreia neste festival de verão. Foi um dos concertos mais explosivos do Sol da Caparica 2022, superando alguns concertos do Palco Super Bock. A mesma situação sentiu-se no concerto da Cláudia Pascoal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.