Sorry (fotografia de Jasper Cable-Alexander)

“Rock ‘n’ Roll Star” é o novo single dos Sorry

Em “Rock ‘n’ Roll Star”, a estética peculiar dos Sorry é fundida com um chiar da guitarra que faz lembrar Thurston Moore nos Sonic Youth e o fio condutor do seu disco de estreia torna-se gradualmente mais perceptível.

Há um mês atrás, Sorry, jovem quarteto oriundo do Norte de Londres, anunciou o seu álbum de estúdio inaugural 925 e partilhou a canção “Right Round The Clock“, juntamente com um teledisco realizado por Asha Lorenz, co-fundadora, guitarrista e vocalista da banda. Nos segundos finais do vídeo conseguimos escutar uma amostra do lado B deste single: “Rock ‘n’ Roll Star“. Na semana passada, os Sorry revelaram a canção na íntegra e os traços que determinam o fio condutor de 925 tornam-se progressivamente mais perceptíveis.

Capa do single “Rock ‘n’ Roll Star”

Se “Right Round The Clock” nos deu a conhecer, através da sua sonoridade jazzística e imagética associada, um estudo de personagem situado algures entre a carga de sensualidade directamente transferida para o ouvinte através do timbre do saxofone e uma atmosfera caracterizada pela sobreposição do sonho ao real, reminiscente do conjunto de obras cinematográficas de David Lynch, já “Rock ‘n’ Roll Star” funde a estética peculiar da canção precedente com um chiar da guitarra que faz lembrar Thurston Moore nos Sonic Youth. A faixa culmina num refrão dominado pelas melodias vocais abatidas de Asha Lorenz e as harmonias apelativas da música pop, sem nunca deixar cair a idiossincrasia que tão adequadamente define o grupo completado pelo co-fundador, guitarrista e vocalista Louis O’Bryen, o baterista Lincoln Barrett e o baixista Campbell Baum.

Acompanhada por um teledisco visualmente pouco polido que tem como protagonista uma caricatura debochada de Elvis Presley, “Rock ‘n’ Roll Star” expõe uma nova caracterização de personagem, desta vez alicerçada na concepção de uma máscara que obscurece um “eu” imperfeito, porém genuíno, com o objectivo de iludir o mundo em redor e fruir do seu deslumbramento unicamente momentâneo. A aura luxuriosa de “Right Round The Clock” encontra-se identicamente presente neste single e o universo pictórico idealizado pela banda, onde o amor puro não existe e prevalecem os jogos de interesses, as noites de ardor e  estilos de vida conduzidos pelos sete pecados mortais, vai ganhando consistência.

Lê Também:
Fat White Family à MHD | "Somos sempre o alvo da piada"

925 será lançado durante a Primavera de 2020, via Domino Recording Company. A editora discográfica independente sediada em Londres divulgou alguns dos álbuns de estúdio que mais gostámos de escutar em 2019, entre os quais House of Sugar de (Sandy) Alex G e Serfs Up! dos Fat White Family. Mais recentemente, possibilitou a publicação do catálogo remasterizado do trio indie pop Beat Happening, We Are Beat Happening. Agora, prepara-se para unir forças com esta banda camaleónica, abrindo as portas para a disseminação da sua sonoridade e revelando uma aposta segura no circuito alternativo londrino que temos vindo a destacar nos últimos meses.

SORRY | “ROCK ‘N’ ROLL STAR”

SORRY | “RIGHT ROUND THE CLOCK”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *