Os álbuns mais antecipados de 2017 (Parte X)

O ano de 2016 está quase a acabar por isso é hora de começar a pensar nas estreias de 2017. E não estamos a falar de filmes ou de séries, referimo-nos a álbuns!


<< PARTE 9 | Início >>


A melhor parte do Ano Novo é ter uma razão para estares entusiasmado sobre coisas. Ainda não te desiludiste por não teres cumprido todas as resoluções de Ano Novo e há uma série de filmes, séries e álbuns por estrear! E ao que parece 2017 vai, continuar o legado de 2016 e, ser um bom ano para a música.

Por isso, é hora de começar a amealhar o dinheiro que recebeste no Natal para comprares o CD dos artistas que tu mais gostas! E o próximo ano vai estar recheado de lançamentos para todos os gostos. Desde The XX a Iggy Azalea ou de U2 a Thirty Seconds to Mars.

A Magazine.HD apresenta-te os principais álbuns que irão ser distribuídos em 2017.

Lê também: Slowdive editam canção após 22 anos

 

álbuns

JESUS AND MARY CHAIN

Ao fim de quase vinte anos, os Jesus and Mary Chain lançam estão de volta aos estúdios. A banda de rock alternativo escocesa já conta com mais de uma dezena de álbuns. “Damage and Joy”, que deverá chegar às lojas a 24 de Março, sucede a “Muki”, de 1998.

 

álbuns

RYAN ADAMS

“Prisoner” é o 16º álbum do artista, que sucede a “1989”, disco de versões de Taylor Swift que editou em 2015. O novo projeto irá contar com 12 canções, todas elas escritas durante o seu processo de divórcio conturbado com a atriz Mandy Moore (This is Us). Logo o trabalho irá conter uma elevada dose de melancolia e odes à solidão.

 

álbuns

LAURA MARLING

O sexto disco da carreira da cantora britânica designa-se “Semper Feminina” e tem lançamento marcado para 10 de março. Segundo Laura Marling, o novo álbum foi concebido durante “uma época masculina na sua vida”. “Comecei a escrever Semper Femina como se um homem estivesse a escrever sobre uma mulher. E então eu pensei que não é um homem, sou eu”, acrescentou.

 

álbuns

BECK

O sucessor de “Morning Phase”, de 2014, “já está terminado” e será editado “muito em breve”, segundo o compositor. Tudo indica que o álbum é inspirado pelos Strokes, depois de Beck ter atuado com a banda nova-iorquina no festival britânico British Summer Time, em 2015.


<< PARTE 9 | Início >>


 

Catarina Fernandes

Mestre em Ciências da Comunicação e fotógrafa amadora. Seriófila compulsiva e apaixonada por literatura, assim como pelo cinema e pela sua história. (Extremamente) Viciada em música e concertos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *