D'Artacão e os Três Moscãoteiros © 2020 Apolo Films / Cosmos Maya

Morreu Cláudio Biern Boyd, criador de D’Artacão

Criador de “D’Artacão”, era conhecido como o Walt Disney espanhol. Com 82 anos, diz-se adeus a um dos criadores de maior sucesso de séries de animação.

Nascido em 1940, em Palma de Maiorca, Cláudio Biern Boyd destacou-se com uma preenchida carreira onde teve papéis como argumentista, animador, realizador e empresário. Como legado deixa títulos icónicos de séries de animação infantis, nomeadamente “D’Artacão”, “David, o Gnomo” e “A Volta ao Mundo de Willy Fog”.

Entrou pela primeira vez no mundo da animação nos anos 70, quando decidiu fundar o BRB Internacional. Um estúdio de animação, este foi o ponto de partida do seu legado como uma empresa de licenciamento e distribuição de séries de animação. Desde então, foi a casa de novas personagens do imaginário infantil e o local que lhe deu a alcunha de Walt Disney espanhol pelo trabalho desenvolvido na área.

Lê Também:
D'artacão e os Três Moscãoteiros - O Filme, em análise

Um dos títulos mais conhecidos, que recentemente também teve uma nova adaptação cinematográfica, foi “D’Artacão”. A história, inspirada no romance “Os três mosqueteiros” de Alexandre Dumas, surgiu de uma paixão muito querida do próprio Cláudio Biern Boyd. Lançado na década de 80, o desenho animado chegou também a Portugal via RTP, conquistando várias gerações de crianças.

Das suas criações, o público português recebeu ainda exibições, na RTP, das séries “David, O Gnomo”, “Rui, O Pequeno Cid” e “A Volta ao Mundo de Willy Fog”. Por fazer, segundo o próprio, ficou a vontade de levar esta última série de animação aos grandes ecrãs, tal como a história de “D’Artacão”.

Ganhou inúmeros prémios ao longo da sua carreira dentro do panorama da televisão como da comunicação infantil.

VÍDEO | D’ARTACÃO NOS CINEMAS

Conheces os desenhos animados criados por Cláudio Biern Boyd?

Marta Kong Nunes

Fanática de cinema e séries por pura paixão, sou da geração Disney mas também das Tartarugas Ninjas, Motoratos e afins. Já passei pela obsessão de vários géneros de cinema e apesar de me considerar eclética, nada me tira o gozo de um bom filme de acção (por muito irrealista que seja). Séries também se devoram por cá, mas a magia de um filme, será sempre a magia de um filme!

Marta Kong Nunes has 3070 posts and counting. See all posts by Marta Kong Nunes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.