Gordi (foto de Jess Gleeson)

Gordi ecoa e silencia o pânico em “Aeroplane Bathroom”

A voz de Sophie Payten, mais conhecida por Gordi, ecoa-nos pela casa adentro, nestes tempos de isolamento, com “Aeroplane Bathroom”.

Depois de “Sandwiches”, uma canção sobre a morte da avó que integrou a nossa lista do Mês em Música, chegou-nos “Aeroplane Bathroom”. Gordi, o projeto pessoal de Sophie Payten, lançará o seu segundo álbum, Our Two Skins, no dia 19 de junho, via JagJaguwar.

Australiana, Sophie Payten foi criada no campo, num meio conservativo. Cresceu a tocar piano e guitarra acústica. Desde jovem que compõe a própria música, tendo conseguido conciliar uma licenciatura em medicina com o lançamento do álbum de estreia, Reservoir, em 2017, e colaborações com vários artistas. Atualmente, exerce a sua profissão de médica, enquanto trabalha com outros músicos e produtores como Willaris K, cuja recente colaboração foi um dos nossos destaques do Mês em Música de Janeiro, em grande parte por causa da voz, lirismo e interpretação de Payten.

Lê Também:
Willaris K & Gordi deixam-nos tudo menos "INDIFFERENT"

Este álbum é fruto de uma procura da própria identidade e do lugar ocupado no mundo, problemas que se impuseram quando, pela perda e distanciamento dos outros, se isolou do mundo e sentiu vazia. A sua casa de campo, numa pequena cidade na Austrália, foi o campo de batalha para uma difícil, mas necessária, busca de si mesma.

Bastou juntar Chris Messina e Zach Hanson, membros dos Bon Iver, para provar que é possível, numa zona sem internet, nem muitos equipamentos eletrónicos, criar canções densas como a que aqui ouvimos, capaz de silenciar a respiração até ao último segundo. Do trio saiu Our Two Skins, um álbum minimalista nos instrumentos, mas profundo em experiência humana.

Gordi - Aeroplane Bathroom
Capa de Our Two Skins

Como o próprio título o indica, “Aeroplane Bathroom” revisita uma experiência de pânico no avião, por parte de Payton, que se isolou na casa de banho, sentindo-se caída numa armadilha. Haverá melhor altura para o partilhar? A própria cantautora explica:

Esta música é sobre o isolamento. Vem num tempo muito estranho: agora estamos todos fechados em casa, socialmente isolados das nossas vidas normais. Não existe uma experiência mais desumanizadora do que estar fora de tudo o que conhecemos. Isto pode despenhar-se em total desespero.

“Aeroplane Bathroom”, apesar de simples em termos de harmonizações, tem uma densidade impressionante. A tristeza da voz de Payton transmite, em imagens simples mas poderosas (“But the contents of my chest are down there on the floor”), o que uma pessoa completamente isolada sente (“I’m so sick of coming undone”). O vídeo não podia ser melhor. Sob a direção de Kasimir Burgess, foi filmado na Tailândia, no cemitério de dois aviões, um lugar tão deserto como a casa onde Payten compôs o álbum.

GORDI | “AEROPLANE BATHROOM”

GORDI, OUR TWO SKINS | Alinhamento

  1. “Aeroplane Bathroom”
  2. “Unready”
  3. “Sandwiches”
  4. “Volcanic”
  5. “Radiator”
  6. “Extraordinary Life”
  7. “Hate The World”
  8. “Look Like You”
  9. “Limits”
  10. “Free Association”
  11. “Sandwiches (aO2Sk Mix)”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *