© Warner Bros.

Mad Max | O realizador George Miller pretende não se ficar por Furiosa

George Miller, o responsável pelo universo de “Max Road”, tem novos planos para a saga depois de “Furiosa”.

Há mais de 40 anos atrás, mais concretamente em 1979, George Miller lançava “Mad Max – As Motos da Morte”, com Mel Gibson, Hugh Keays-Byrne, Joanne Samuel, Steve Bisley, entre outros.

Lê Também:   Sequela de O Senhor dos Anéis tem data de estreia confirmada e está a chegar aos cinemas portugueses

A história segue um polícia que se torna num vigilante numa Austrália distópica. O país está mergulhado em guerra e fome, mas este polícia só pensa em vingar a morte dos seus entes queridos. No agregador de críticas Rotten Tomatoes o filme de George Miller obteve 89% de classificação.

Brian Eggert, da Deep Focus Review, escreve, “apesar de não ser original e de ser prejudicado pelas armadilhas inferiores do seu tema básico, ‘Mad Max’ elevou-se ao ter algo a dizer e ao fazê-lo de uma forma que foi satisfatória tanto técnica como dramaticamente.” 30 anos depois do terceiro filme, George Miller voltou em 2015 aos cinemas com a icónica saga.

Lê Também:   Este acessório deixou Margot Robbie a sofrer com dores em Suicide Squad

“Mad Max: Fury Road” venceu 6 Óscares e voltou a reacender uma das melhores sagas do cinema. Quando faltam poucos dias para a estreia de “Furiosa”, o realizador revela novidades sobre o futuro da saga.




AS PRÓXIMAS HISTÓRIAS

mad max george miller furiosa
© Warner Bros.

“Furiosa: A Mad Max Saga” conta a história da grande protagonista do filme de 2015, Furiosa. Agora com Anya Taylor-Joy no papel principal, o filme vai mostrar como a jovem Furiosa sobrevive entre dois senhores da guerra, Dementu e Immortan Joe.

Em entrevista na segunda noite da CinemaCon, George Miller revelou que tem outras histórias em preparação para a saga, e que o sucesso de “Mad Max: Fury Road” abriu portas para “Furiosa” e ainda outra sequela.

Lê Também:   Trailer de Joker: Folie à Deux está a chocar a internet e mostra um lado nunca visto de Joaquin Phoenix e Lady Gaga

O cineasta acrescenta ainda: “para contar a história de Fury Road, que se desenrola num curto período de tempo, três dias e duas noites, tivemos de fazer muita exposição. Tínhamos de compreender tudo o que vemos no ecrã. Não só a história de cada personagem, mas também cada adereço, cada veículo, cada gesto. Escrevemos a história de Furiosa nos 15 ou 16 anos da sua vida antes de a conhecermos em Fury Road. Escrevemos a história de Max no ano anterior à sua chegada, e muito mais sobre quem era o Immortan Joe e assim por diante. Um era um argumento, Furiosa, e a outra era uma novela. Fizemo-lo apenas para os actores e, em particular, para a equipa, para que pudessem perceber de onde vinham. Por isso, quando [Estrada da Fúria] funcionou, o meu pensamento foi: ‘Ena, esta é uma história rica para contar'”.




MAIS UM TRAILER ANTES DA ESTREIA

Filmes na TV
Mad Max: Estrada da Fúria © Warner Bros. Entertainment Inc.

Presente na CinemaCon, a Deadline avançou um olhar mais aprofundado sobre “Furiosa: A Mad Max Saga”, assim como os atores principais e realizador falaram um pouco sobre o filme.

George Miller diz: “Anya precisava de ser alguém com quem se pudesse passar todos aqueles meses no deserto. Ela é uma pessoa muito decidida, brilhante e muito inteligente. Se o apocalipse chegasse, ela seria uma das primeiras com quem eu andaria”.

TRAILER | FURIOSA: A MAD MAX SAGA É O NOVO FILME DE GOERGE MILLER

Viste os outros filmes? Achas que a novela escrita para os atores vai tornar-se num filme?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *