Last Night I Saw You Smiling

Rotterdam 2019 | Last Night I Saw You Smiling, em análise

Kavich Neang capta os últimos momentos de um prédio que marcou a vida de quase 500 pessoas ao longo de quarenta anos. “Last Night I Saw You Smiling” é uma das obras apresentadas durante o IFF Rotterdam 2019 e partilhadas com cinéfilos de toda a Europa no Festival Scope.

A obra é uma viagem às memórias de algumas das 493 pessoas forçadas a abandonarem as suas casas após o White Building, como era conhecido, ser comprado por uma empresa japonesa com o apoio do governo do Cambodja. Inaugurado em 1963, o edifício foi abandonado primeiro em 1975 quando o Khmer Rouge entrou no governo e evacuou Phnom Penh.

Lê Também:
Rotterdam 2019 | Catálogo das obras disponíveis em Portugal

Quatro anos depois, alguns artistas juntaram-se para restaurar o edifício, repleto de lixo e com as janelas e as portas danificadas. As mesmas mãos que o ergueram de novo à vida, são agora obrigadas a destruí-lo numa espécie de ciclo e de ritual que é captado pelo olhar atento de um dos seus moradores, o realizador Kavich Neang.

Cada livro que retiram da prateleira, pela última vez, e cada copo guardado na caixa tem uma história, uma lembrança, um pedaço do passado que fora esquecido e que regressa agora cruelmente à mente dos habitantes do “Edifício Branco”, outrora rodeado por árvores que dão agora lugar a outros edifícios.

Last Night I Saw You Smiling

Conforme vemos a vida do prédio desaparecer, lentamente, ouvimos as conversas dos vizinhos com o próprio Neang, recordando quando ele e as outras crianças corriam pelos corredores. No final, temos as paredes destruídas e os operários que se preparam para terminar a sua existência. Este é um adeus emotivo e, como refere o pai do cineasta, uma espécie de agradecimento que ele deve fazer à casa que viu crescer e que proporcionou tudo o que precisava para concretizar os seus sonhos – não importa o quão humilde seja.

O cineasta poderia ter-se focado nos inúmeros problemas sociais e políticos, como o facto das compensações serem somente pagas no final, impossibilitando as pessoas de encontrarem uma boa casa, mas não é essa a missão de Neang, não é isso que importa em “Last Night I Saw You Smiling“.

Last Night I Saw You Smiling, em análise

Movie title: Last Night I Saw You Smiling

Director(s): Kavich Neang

Actor(s): Chunnat Pok, Kimleang So, Nary Bun

Genre: Documentário

  • Ângela Costa - 75
75

CONCLUSÃO

O MELHOR: A forma como Neang capta as memórias das pessoas que passaram os últimos 40 anos naquele edifício, construído, e agora destruído, pelas suas próprias mãos.

O PIOR: Fica um pouco da curiosidade de saber o que aconteceu ao certo àquelas pessoas

Sending
User Rating 0 (0 votes)
Comments Rating 0 (0 reviews)

Ângela Costa

Mestre em Cinema pela Universidade da Beira-Interior, sou apaixonada pelo cinema japonês e toda a cultura que o envolve. Adoro igualmente fotografia e se tiveres curiosidade passa no meu Instagram ;) Música e videojogos são dois outros grandes interesses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sending