The Beatles | © Disney

The Beatles: Get Back já tem data de estreia na Disney+

“The Beatles: Get Back”, o documentário original Disney+, já tem data de estreia na plataforma. O especial é do aclamado cineasta Peter Jackson.

Apresentado inicialmente como um documentário, “The Beatles: Get Back” será afinal um mini-documentário dividido em três episódios, totalizando um total de seis horas de gravações, nunca antes vistas, sobre uma das bandas mais famosas a nível mundial. Com o cunho de Peter Jackson (trilogia de “O Senhor dos Anéis”), o original que junta a The Walt Disney Studios, Apple Corps Ltd e a WingNut Films Productions Ltd. terá estreia garantida na plataforma de streaming da Disney+ a 25, 26 e 27 novembro de 2021 (recorde-se que a primeira data avançada havia sido setembro de 2020).

SUBSCREVE JÁ À DISNEY+

O especial “The Beatles: Get Back” está a ser desenvolvido há três anos, período em que Peter Jackson restaurou e editou as dezenas de horas de gravações. Sobre o projecto, o cineasta referiu que o mesmo pretende mostrar um outro olhar sobre o processo criativo da banda britânica e as pressões a que estavam sujeitos para o sucesso iminente das novas canções.

“Em muitos aspectos, a notável filmagem de Michael Lindsay-Hogg capturou várias histórias. A história de amigos e de indivíduos. É a história das fragilidades humanas e de uma parceria divina. É um relato detalhado do processo criativo, com a elaboração de canções icónicas sob pressão, tudo no clima social do início de 1969. Mas não é nostalgia – é cru, honesto e humano. Em seis horas, vamos conhecer os The Beatles com uma intimidade que nunca pensámos ser possível.(…) Estou muito grato aos The Beatles, Apple Corps e Disney por me permitirem apresentar esta história exactamente como deveria ser contada. Estou imerso neste projeto há quase três anos e estou muito entusiasmado que o público em todo o mundo seja finalmente capaz de o ver.”

O documentário de Jackson reúne mais de 60 horas de gravações de Janeiro de 1969, de Michel Lindsay-Hogg, e mais de 150 horas de áudio nunca antes divulgado e restaurado especificamente para esta ocasião. A propósito de “The Beatles: Get Back”, Jackson tornou-se a única pessoa em 50 anos a ter acesso aos arquivos privados da banda; a história das sessões intimistas da banda segue o percurso de John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr quando planeiam o primeiro concerto ao vivo após 2 anos, e o processo de escritura e ensaios de 14 novas músicas previstas para um álbum ao vivo. O original engloba também, na íntegra, a última actuação ao vivo dos The Beatles, como grupo, no icónico concerto no rooftop do Savile Row, em Londres, ou músicas e composições dos últimos dois álbuns da banda, ‘Abbey Road’ e ‘Let It Be’.

Lê Também:
10 grandes filmes de Rock que não podes deixar de ver

Ainda antes da estreia de “The Beatles: Get Back” na Disney+, a Apple Corps Ltd./Callaway Arts & Entertainment irá lançar um livro com o mesmo nome, a 12 de outubro de 2021. De 240 páginas, a edição terá transcrições das conversas gravadas dos The Beatles e centenas de fotos exclusivas das três semanas de sessões. O livro será publicado em nove línguas a nível internacional.

O documentário é produzido por Clare Olssen (“They Shall Not Grow Old“) e Jonathan Clyde (“Eight Days a Week”), com Ken Kamins (trilogia de “The Hobbit”) e Jeff Jones (“Eight Days a Week”), da Apple Corps, como produtores executivos. Jabez Olssen (“Rogue One: A Star Wars Story“) é o editor do documentário e a música ficou a cargo de Giles Martin (“Rocketman“) e Sam Okell (“Yesterday“).

“The Beatles: Get Back” tem o apoio de Paul McCartney, Ringo Starr, Yoko Ono Lennon e Olivia Harrison.

Marta Kong Nunes

Arquitecta (com um c!) de formação. Coordenadora de profissão. Fanática de cinema e séries por pura paixão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *