© Cinemundo

USC Scripter Awards 2022 | Adaptação impossível de Dune na corrida

Já podes conhecer os nomeados aos USC Scripter Awards 2022, que ficam mais próximos dos Óscares. 

Foram revelados os nomeados para os USC Scripter Awards 2022. O prémio anual é entregue pela Universidade do Sul da Califórnia (USC) a fim de homenagear argumentistas pelas melhores adaptações cinematográficas, juntamente com os autores em que se inspiraram.

Os vencedores da 34ª edição dos USC Scripter Awards serão revelados numa cerimónia privada, que está a ser agendada para 26 de fevereiro na Biblioteca Memorial Edward L. Doheny Jr. da USC.

De destacar que o prémio USC Libraries Literary Achievement Award, uma espécie de prémio carreira da Universidade, que será entregue a Barry Jenkins pelas suas contribuições à narrativa cinematográfica. Não podemos esquecer que o cineasta venceu o prémio em 2017 pelo argumento de “Moonlight” e voltaria a estar na corrida pelo filme “Se Esta Rua Falasse” em 2019.

OS-ÓSCARES
©A24

A lista completa de nomeados aos USC Scripter Awards 2022 pode ser conhecida a seguir. O vencedor do prémio de cinema é habitualmente semelhante ao vencedor do Óscar de Melhor Argumento Adaptado. No entanto, isso já não acontece desde 2018, quando “Chama-me Pelo Nome” de James Ivory venceu ambos os prémios.

Em 2019, o vencedor do USC Scripter Award foi “Leave No Trace”, enquanto o Óscar foi para “BlackKkmans – O Infiltrado” que nem sequer havia sido nomeado aos prémios da Universidade do Sul da Califórnia. Em 2020, o vencedor do USC Scripter Award foi “Mulherzinhas”, de Greta Gerwig embora o Óscar tivesse sido entregue a Taiki Waititi por “Jojo Rabbit”.

Por último, o grande favorito da temporada de prémios “Nomadland” venceu o USC Scripter Award, porém levou para casa o Óscar, entregue surpreendentemente ao texto de “O Pai”, escrito por Christopher Hampton e Florian Zeller.

NOMEADOS AO USC SCRIPTER AWARD 2022

“Dune – Duna”
Eric Roth, Jon Spaihts e Denis Villeneuve, baseado no romance de Frank Herbert
Warner Bros/Legendary Pictures

“A Filha Perdida”
Maggie Gyllenhaal, baseado no romance de Elena Ferrante
Netflix e Europa Editions

“Identidade”
Rebecca Hall, baseado no romance de Nella Larsen
Netflix e Serpent’s Tail

identidade passing critica netflix
© Netflix

“O Poder do Cão”
Jane Campion, baseado no romance de Thomas Savage
Netflix e Back Bay Books

“A Tragédia de Macbeth”
Joel Coen, baseado na peça de William Shakespeare
Apple Original Films/A24 e Penguin

Virgílio Jesus

Era uma vez em...Portugal um amante de filmes de Hollywood (e sobre Hollywood). Jornalista e editor de conteúdos digitais em diferentes meios nacionais e internacionais, é um dos especialistas na temporada de prémios da MHD, adepto de todas as formas e loucuras fílmicas, e que está sempre pronto para dois (ou muitos mais!) dedos de conversa com várias personalidades do mundo do entretenimento.

Virgílio Jesus has 1355 posts and counting. See all posts by Virgílio Jesus

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.