Alfonso Cuaron | Óscares

Alfonso Cuarón está à procura de um recorde nos Óscares

Alfonso Cuarón lançou “Roma” este ano e tem tudo para entrar na corrida aos Óscares e estabelecer novos recordes. Descobre o que poderá conquistar.

Alfonso Cuarón, conhecido por filmes como “Gravidade” e “Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban”, é atualmente um dos grandes nomes na corrida aos Óscares 2019 com o seu último projeto, “Roma“.

“Roma”, um filme de cariz pessoal para Cuarón, retrata a história da sua família no bairro de Roma, na Cidade do México. Um filme de autor, que se distancia das grandes produções de Hollywood, destacando-se por não ter um elenco conhecido do público e por ser retratado a preto e branco. O filme, rejeitado no festival de Cannes por estar associado à Netflix, conseguiu no entanto sobressair no 75º Festival de Veneza, onde arrecadou o cobiçado Leão de Ouro.

Agora, com uma awards season que já começou com o Leão de Ouro em Veneza, Alfonso poderá atingir novos recordes na próxima cerimónia dos Óscares. Por ter sido uma grande parte do filme e ter trabalhado na produção, argumento, realização e edição, Cuarón está encaminhado para bater o recorde de Walt Disney, Warren Beatty e Francis Ford Coppola.

Lê Também:
Festival de Cannes | Grande ranking dos vencedores da Palme d’Or

Deixamos aqui a lista das possíveis nomeações aos Óscares e o porquê de ser motivo de recorde para Alfonso Cuarón.

  • Melhor Filme – a conseguir esta nomeação, “Roma” entra num grupo restrito de filmes nomeados ao Óscar de Melhor Filme. Por ser um filme de língua estrangeira aos olhos da Academia, a sua nomeação não é impossível mas sim de uma hipótese reduzida. Em mais de 90 anos de história apenas 10 filmes conseguiram tal proeza. O último, “Amour” de Michael Haneke, foi há 6 anos. Uma nomeação de melhor filme irá ser ainda um marco para a Netflix, o serviço de streaming responsável pelo filme, por ser a sua primeira nomeação.
  • Melhor Realizador e Melhor Fotografia – Cuarón poderá obter duas nomeações que até à data de hoje nunca aconteceram em simultâneo para o mesmo cineasta. Por ter sido o responsável pela fotografia de “Roma”, Alfonso poderá alcançar esse feito na próxima edição dos prémios da Academia.
  • Melhor Argumento
  • Melhor Edição

Só com estas potenciais 5 nomeações, Alfonso Cuarón poderá juntar-se a Francis Ford Coppola como um dos cineastas com mais nomeações aos prémios da Academia num só ano. Coppola conseguiu no mesmo ano três nomeações para “O Padrinho: Parte II” e duas para “O Vigilante”. No entanto, iria destacar-se de Coppola pois seria o cineasta mais nomeado por um único filme.

TRAILER | ROMA, O FILME QUE PODE VALER RECORDES A ALFONSO CUARÓN

Pensas que Alfonso Cuarón poderá ser o grande nome da próxima edição dos Óscares?

Marta Kong Nunes

Arquitecta (com um c!) de formação. Coordenadora de profissão. Fanática de cinema e séries por pura paixão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *