Penélope Cruz em "Amar Pablo, Odiar Escobar"

Amar Pablo, Odiar Escobar volta a juntar o casal Javier Bardem & Penélope Cruz

Antes de “Everybody Knows“, o casal na vida real Javier Bardem e Penélope Cruz protagonizaram Amar Pablo, Odiar Escobar, produzido pelo próprio ator.

“Everybody Knows” não é o único filme a estrear em 2018 em que poderás ver um dos casais mais mediático de Hollywood. Falamos de Javier Bardem e Penélope Cruz, que voltam a juntar-se no grande ecrã para o êxito de origem espanhola “Amar Pablo, Odiar Escobar”. O filme já estreou no país de origem o ano passado, tendo também sido exibido nos Festivais de Veneza e Toronto.

Lê Também:
71º Festival de Cannes: Todos lo saben

“Amar Pablo, Odiar Escobar” é baseado nas memórias de Virginia Vallejo, “Loving Pablo, Hating Escobar”. A adaptação irá retratar a ascensão e queda do barão de droga mais famoso do mundo, Pablo Escobar (Bardem). O seu reinado de terror será apresentado em paralelo com a volátil relação que mantinha com Virginia Vallejo. Cruz interpretará Vallejo, a popular jornalista colombiana que em meados dos anos 80 teve um caso secreto com Escobar.

A partir daquele dia, decidi que não me iria importar como é que o Pablo arranja o dinheiro – apenas como o usa.”

A jornalista foi, eventualmente, obrigada a colaborar com o D.E.A (Drug Enforcement Administration) em troca da sua imunidade. Peter Sarsgaard (“Os Sete Magníficos“) dará vida ao agente americano deste órgão, responsável pela construção do caso contra Escobar.

“Amar Pablo, Odiar Escobar” é escrito e realizado pelo aclamado cineasta espanhol,  Fernando León de Aranoa, responsável por filmes como “Um Dia Perfeito” ou “Às Segundas ao Sol”.

TRAILER & POSTER | CONHECE OUTRA VISÃO DA HISTÓRIA EM AMAR PABLO, ODIAR ESCOBAR

loving pablo

“Amar Pablo, Odiar Escobar” estreia a 12 de julho nos cinemas.

Inês Serra

Cresci a ir ao cinema, filha de pais que iam a sessões duplas...Será genético? Devoro livros e algumas séries. Fã incondicional do fantástico e do sci-fi. Gostaria de viver todos os dias com o mote Spielbergiano - "I dream for a living"

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *