"Bad For a Moment", de Daniel Soares, mais uma filme português em Cannes 2024 @Agência da Curta Metragem /Divulgação

Bad For a Moment, mais um filme português em Cannes 2024

A curta-metragem “Bad For a Moment” (“Mau por um Momento”)”, de Daniel Soares, (mais uma portuguesa — tem estreia mundial na competição de curtas-metragens da Seleção Oficial do Festival de Cannes 2024, que decorrerá de 15 a 24 de Maio.

A curta-metragem “Bad For a Moment” (“Mau por um Momento” 15’), de Daniel Soares, com produção da O Som e a Fúria, é o sexto filme português presente no maior evento cinematográfico do mundo e, portanto, vai ter estreia mundial na competição de curtas-metragens da Seleção Oficial do Festival de Cannes 2024, que decorrerá de 15 a 24 de Maio. Ou seja, a mesma competição onde o cinema português já foi feliz quando em 2009, João Salaviza, ganhou a Palma de Ouro com a curta-metragem “Arena”.

Lê Também:   Cannes 2024: Complementos à Selecção Oficial

Se o filme de Salaviza era sobre a inclusão, “Bad For a Moment” (“Mau por um Momento”), de Daniel Soares, trata do tema atualíssimo da gentrificação urbana. O filme conta a história de um arquitecto ou melhor do dono de um atelier de arquitetura que participa com a sua equipa num team-building (ação de formação ou consolidação de uma equipa de trabalho). O evento corre mal e o arquiteto vê-se confrontado com a realidade do bairro social que estão a gentrificar.

Bad For a Moment
“Bad For a Moment” em estreia mundial na competição de curtas-metragens de Cannes 2024. ©Agência da Curta Metragem/Divulgação

Daniel Soares é um escritor/realizador português, que nasceu na Alemanha. Em paralelo à realização e ao seu trabalho cinematográfico, as suas fotografias foram expostas no International Center of Photography (ICP) de Nova Iorque. As suas curtas-metragens foram exibidos em festivais como Telluride, Locarno, Clermont-Ferrand, Hong Kong IFF e Shanghai IFF.

Foram premiadas em festivais como Premiers Plans d’Angers (Grand Prix du Jury), IndieLisboa (Melhor Curta-Metragem Nacional), Zagreb Film Festival (Melhor Curta-Metragem Internacional), entre outros, e agora esta “Bad For a Moment” que foi então produzida pela O Som a a Fúria, que já produziu obras de Miguel Gomes, João Nicolau ou Lucrecia Martel, entre outros realizadores portugueses e estrangeiros. Além do anúncio de “Bad For a Moment” e outros candidatos à Palma de Ouro foi igualmente anunciado a composição completa de dois júris: o Júri da Seleção de Curtas-metragens e La Cinef do 77º Festival de Cinema de Cannes e da secção Un Certain Regard. 

Daniel Soares
Daniel Soares é o realizador de “Bad For a Moment”. ©Agência da Curta Metragem/Divulgação.

Marie-Castille Mention-Schaar, Claudine Nougaret, Paolo Moretti e Vladimir Perišić, acompanharão a presidente, a atriz belga Lubna Azabal, na atribuição da Palma de Ouro para curta-metragem e os 3 prémios do La Cinef, também uma seleção do Festival de Cannes destinada a curtas-metragens de escolas de cinema internacionais. Este Júri irá assim descobrir e premiar os melhores dos 11 filmes da Competição de Curtas-Metragens, bem como os 18 filmes da Seleção La Cinef.

Festival de Cannes 2024
Lubna Azabal © Dominique Charriau / Paolo Moretti © Angèle Marignac-Serra ECAL / Marie-Castille Mention-Schaar @ Guy Ferrandis / Claudine Nougaret © Raymond Depardon / Vladimir Perišić © Philippe Lebruman

Como já tinha sido anunciado, o ator, realizador, argumentista e produtor canadiano Xavier Dolan será presidente do júri da secção Un Certain Regard do Festival de Cinema de Cannes 2024. Ele estará rodeado pela realizadora e argumentista franco-senegalesa Maïmouna Doucouré, pela realizadora, argumentista e produtora marroquina Asmae El Mudir, pela atriz germano-luxemburguesa Vicky Krieps e pelo crítico de cinema e escritor americano Todd McCarthy.

Lê Também:   Ripley, a Crítica | Um ensaio sobre a natureza do mal

A sua missão será apresentar o Palmarés desta secção que celebra o cinema jovem, os realizadores emergentes — o realizador de “Bad For a Moment”, poderá um dia atingir este patamar —, as revelações e as novas linguagens cinematográficas ou originalidade, mesmo quando se tratam de realizadores mais consagrados ou veteranos.

Festival de cannes 2024
Xavier Dolan © Shayne Laverdière / Maïmouna Doucouré © Sacha Meric / Todd McCarthy © Rebecca Sapp / Vicky Krieps © Virgile Guinard / Asmae El Moudir © Ammar Abd Rabbo

Este ano foram selecionadas cerca de 18 filmes, entre as quais 8 são primeiras obras, portanto candidatas à Câmara de Ouro. Em 2023, “How to Have Sex – A Primeira Vez”, o primeiro filme da britânica Molly Manning Walker, ganhou o Prémio Un Certain Regard concedido pelo Júri presidido por John C. Reilly. Este ano “When the Light Breaks” do realizador islandês Rúnar Rúnarsson, abrirá esta secção na quarta-feira, 15 de maio de 2024.

Lê Também:   Cannes 2024 | As minhas sensações..., na Semana da Crítica


Também do teu Interesse:


About The Author

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *