© New Zealand Film Commission

Estes são os 7 melhores filmes da Netflix baseados em livros

Nesta lista que te preparámos da Netflix vais poder encontrar vários géneros e múltiplos vencedores de Óscares. A única certeza é que qualidade não falta(rá).

A Netflix apresenta uma ampla (e espetacular) gama de filmes baseados em livros. Muitas destas longas-metragens conquistaram os críticos de cinema, conforme é possível constatar pelas avaliações no Rotten Tomatoes e das opiniões dos nossos especialistas. Uma variedade de adaptações literárias fascinantes estão disponíveis na plataforma de streaming.

Lê Também:   Este inesquecível filme de Martin Scorsese deixa a Netflix já nos próximos dias

Ao explorar temas profundos e complexos, estes filmes proporcionam uma experiência única. Desde dramas históricos até romances contemporâneos, a variedade de filmes baseados em livros disponíveis na Netflix oferece algo para todos os gostos. Estas adaptações exemplificam na perfeição a capacidade de inspiração das histórias escritas, transcendendo as páginas dos livros para o grande ecrã.




OS 7 FILMES DA NETFLIX QUE SE BASEIAM EM LIVROS

O IRLANDÊS – 86%

Uma obra de Martin Scorsese que esteve nomeada para 10 Óscares! Trata-se de uma épica saga sobre o crime organizado nos Estados Unidos do pós-guerra contada através da personagem de Frank Sheeran (Robert de Niro), veterano da Segunda Guerra Mundial convertido em assassino a soldo da Máfia, que trabalhou juntamente com algumas das mais notórias figuras do século XX.

Lê Também:   As 5 melhores séries e filmes para ver no Streaming neste fim de semana

A história abrange várias décadas e relata um dos maiores mistérios por resolver nos Estados Unidos, o desaparecimento do dirigente sindicalista Jimmy Hoffa (Al Pacino) e leva-nos numa viagem monumental através dos corredores sombrios do crime organizado e os seus meandros, rivalidades e ligações à esfera política.

Nesta viagem nostálgica de três horas e meia de duração, Martin Scorsese reencontra-se com as obras-primas. É uma entrada magistral na longa e profícua carreira de um cineasta que ainda é capaz de forjar um retrato tão vívido e melancólico sobre a fatalidade da experiência humana“, escreveu Daniel Rodrigues.




A SOCIEDADE DA NEVE – 88%

Corria o ano de 1972 quando o voo 571 da Força Aérea Uruguaia transportava uma equipa de rugby para o Chile quando se despenhou num glaciar no coração dos Andes. Assim, apenas 29 dos 45 passageiros sobreviveram, encontrando-se num dos ambientes mais inóspitos do mundo e forçados a adotar medidas extremas para sobreviver.




A OESTE NADA DE NOVO – 90%

Paul Bäumer, um jovem de 17 anos, e outros colegas, inflamados pelo fervor patriótico, decidem alistar-se no Exército Imperial Alemão durante os primeiros anos da Primeira Guerra Mundial, motivados pelo desejo de servir a Pátria e o Kaiser Wilhelm II. Inspirados pelos discursos jingoístas do professor, imaginam feitos heroicos enquanto marcham para o Norte da França, palco do conflito.

Lê Também:   Este inesquecível filme com Scarlett Johansson ganhou um Óscar e acaba de chegar à Netflix

No entanto, ao chegarem às trincheiras, são confrontados com o caos e os horrores da guerra, que desafiam as suas visões românticas. Enquanto lutam pela sobrevivência, confrontam a dura realidade de que a guerra é um jogo para políticos e generais, mas para o soldado comum, é uma valsa da morte no campo de batalha. O filme, que retrata essa jornada angustiante, foi laureado com 4 Óscares.

As imagens impressionam sobretudo pela a sua encenação realista, imediatismo e atualidade, às vezes até são difíceis de suportar. É, de facto, um filme pesado, mas muito bem interpretado por um conjunto notável de jovens atores“, escreveu o nosso crítico José Vieira Mendes.




BEASTS OF NO NATION – 91%

Ambientado na África Ocidental, narra a história de Agu (Abraham Attah), um jovem que desfruta de uma infância despreocupada na sua aldeia. A rotina de brincadeiras com o irmão, partidas com amigos no campo de refugiados e jantares em família é subitamente interrompida pela chegada de tropas armadas oriundas da capital. O objetivo é reprimir uma rebelião contra o regime corrupto do país.

Lê Também:   Este drama com Sandra Bullock ganhou um Óscar e abandona a Netflix já nos próximos dias

A mãe e a irmã de Agu fogem para uma cidade próxima, deixando-o para trás com o pai e o irmão. No entanto, este acaba por ficar sozinho quando também o pai desaparece. Aterrorizado, busca refúgio na floresta. Aí, é capturado por um exército de jovens rebeldes liderados pelo carismático Comandante (Idris Elba). Inicia-se, então, uma saga de torturas, rituais de iniciação e discursos inflamados do Comandante.




ENOLA HOLMES – 91%

No ano de 1884, na Inglaterra, o mundo está à beira de mudanças significativas. Na manhã em que completa 16 anos, Enola Holmes (Millie Bobby Brown) desperta para descobrir que a mãe desapareceu, deixando para trás um intrigante conjunto de presentes, porém sem qualquer pista sobre seu paradeiro ou motivo. Após uma infância de liberdade, Enola vê-se repentinamente sob os cuidados dos irmãos Sherlock, determinados a enviá-la para uma escola de etiqueta para jovens.

Lê Também:   Os 7 melhores filmes e séries para ver na Netflix, Prime Video e HBO Max esta semana

Negando-se a seguir esses planos, Enola foge para Londres à procura da mãe. No entanto, ao envolver-se num mistério relacionado a um jovem Lorde fugitivo, torna-se numa detetive por mérito próprio, enganando seu famoso irmão enquanto desvenda uma conspiração que ameaça alterar o curso da história. Este enredo intrigante é apresentado no filme da Netflix, que oferece uma nova perspectiva sobre o universo de Sherlock Holmes.




O TIGRE BRANCO – 92%

Balram Halwai narra a sua ascensão épica de aldeão pobre a empresário de sucesso na Índia moderna. Astuto e ambicioso, torna-se motorista de Ashok e Pinky (Priyanka Chopra-Jonas), que acabam de regressar da América. A sociedade treinou Balram para ser uma coisa – um servo – por isso torna-se indispensável para os patrões endinheirados. No entanto, depois de uma noite de traição, percebe o quão corruptos eles serão para o apanhar e se salvarem. Na iminência de perder tudo, Balram revolta-se contra um sistema manipulado e desigual para se erguer e tornar-se um novo tipo de mestre.

O filme é bastante duro e inquieto, fazendo uma combinação de vários géneros, que vão da comédia negra satírica, intercalada com momentos de um melodrama clássico, até ao suspense de um film noir“, notou o nosso especialista José Vieira Mendes.




O PODER DO CÃO – 94%

Em 1925, numa quinta rural do Montana, os irmãos Burbank, Phil e George, discordam silenciosamente enquanto gerem a quinta familiar. Phil, arrogante e rude, desfruta de intimidar George, inconsciente das mudanças que se avizinham. Um encontro com Rose e o filho Peter cria laços inesperados, levando Phil a desviar a atenção para o rapaz. O assédio resulta em depressão e alcoolismo. Os segredos obscurecem a verdade. Um ego inflado pode levar à ruína. Este filme venceu um Óscar e teve 11 nomeações.




A narrativa em camadas contém vários tópicos interessantes que Benedict Cumberbatch e companhia abordam em interações incrivelmente tensas através de uma câmara persistente, montagem minimalista e música contemplativa“, escreveu na altura Manuel São Bento.

Também Cláudio Alves deixou vários elogios. “Um filme árido e queimado, que cheira a couro húmido e sangue coagulado, putrefação e sexo […] é um feito assombroso no que se refere à experiência sensorial. Num paradigma narrativo é ainda mais impressionante, confirmando o estatuto de Jane Campion enquanto mestra do cinema.”

Tens Netflix? Qual destes é o teu filme preferido?



Também do teu Interesse:


About The Author


One thought on “Estes são os 7 melhores filmes da Netflix baseados em livros

  • O irlandês

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *