Foto original de Paul Deetman, via Pexels

Como irá a Netflix reagir às novas regras para os Óscares 2025?

As novas regras da Academia que irão ter efeito já nos próximos Óscares prometem afetar a estratégia da Netflix. Como irá a plataforma reagir?

SUMÁRIO

  • Desde 2019 com “Roma” que a Netflix se tem tornado uma das maiores forças nos Óscares;
  • Agora, a Academia anuncia mudanças nas regras que procuram fortalecer a presença dos cinemas;
  • Com esta nova regra nos Óscares, a Netflix precisará de mudar a sua estratégia de lançamento.

2025 marca o 97º aniversário dos Óscares, a maior cerimónia de Hollywood, e a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas surpreendeu ao anunciar mudanças nas suas regras. Para além disso, já se sabe as principais datas da cerimónia, incluindo a data do anúncio dos nomeados (17 de janeiro) e da gala em si (2 de março).

Lê Também:   Estes 10 filmes já são fortes candidatos à conquista dos Óscares 2025

Com as novas regras, a Academia toma uma posição mais ativa no combate e na preservação dos cinemas tradicionais. Com isso, as plataformas de streaming podem ter de mudar a sua estratégia.

© ABC Network

Em particular, o principal alvo destas alterações parece então ser a gigante do streaming, a Netflix. Desde o sucesso em 2019 com “Roma”, a obra de Alfonso Cuáron, que a vermelhinha tem sido uma das principais forças nos Óscares.

Lê Também:   Os 6 melhores filmes para ver na Netflix, Disney+, Prime Video, Apple TV+ e HBO Max (8 a 14 de Abril)

Apesar de ter conseguido sempre, pelo menos, um representante na corrida aos Óscares desde aí, a plataforma continua ainda sem ter conquistado a tão almejada estatueta de Melhor Filme. Com a Academia a fortalecer a importância dos cinemas, a plataforma tem agora mais um problema em mãos para contornar.




© New Zealand Film Commission

Anteriormente, a política da Academia referia que, para qualificação, o filme só necessitava ser lançado nos cinemas por uma semana numa das cidades elegíveis. Desta forma, a Academia permitia que os filmes tivessem lançamentos extremamente limitados, sendo raramente lançados em grande escala. A Netflix saía assim beneficiada, adotando uma estratégia em que não precisava arcar com os custos associados à distribuição em larga escala e podia ter as suas obras na plataforma a receberem o prestígio da Academia.

Alguns dos maiores sucessos da plataforma nos Óscares, como “O Poder do Cão”, de Jane Campion, ou “A Oeste Nada de Novo”, de Edward Berger, não receberam uma presença tão significativa nos cinemas em comparação com os demais concorrentes.

Lê Também:   Irá a nova série dos criadores de Game of Thrones regressar para uma segunda temporada na Netflix?

A partir daqui, porém os filmes precisam de ser exibidos em cinemas tradicionais em Los Angeles, New York, Bay Area, Chicago, Atlanta e agora, Dallas-Fort Worth. Para além disso, os filmes precisam de cumprir um dos seguintes requisitos: uma exibição em cinema expandida de sete dias em 10 dos 50 principais mercados dos EUA, até 45 dias após o lançamento inicial em 2024; planos de lançamento verificados pela Academia para filmes com expansões após 10 de janeiro de 2025; planos de lançamento que incluam uma exibição em cinemas expandida, conforme descrito anteriormente, até 24 de janeiro de 2025; lançamentos fora dos EUA podem contar para dois dos 10 mercados; mercados qualificadores fora dos EUA incluem os 15 principais mercados internacionais mais o território de origem do filme.

Com esta nova realidade, a Netflix precisará então de adotar uma nova estratégia para assegurar uma estadia mais prolongada e ampla dos seus filmes. Porém, essa não parece ser a prioridade da plataforma. Será que a Netflix irá abdicar de qualificar o maior número possível de filmes ou optar por dar o braço a torcer e investir na distribuição ampla em cinemas?  Só o tempo o dirá, o que é certo é que algo vai ter de ser decidido por parte da plataforma.

TRAILER | ROMA FOI UMA GRANDE APOSTA DA NETFLIX

O que te parece que a Netflix vai fazer face às novas regras da Academia?



Também do teu Interesse:


About The Author

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *