©UVD Robots

COVID 19: Robôs prometem ajudar a desinfestar hospitais

Os robôs autónomos utilizam emissão de luz UV-C para desinfestar e matar vírus, bactérias e outros organismos potencialmente perigosos.

Num momento em que o mundo se encontra abalado, e muitos países estão em estado de emergência devido ao COVID 19, um vírus que não escolhe faixas etárias nem classes sociais, e em que a ciência continua a tentar perceber de que forma o poderá combater, surgiu a ideia de colocar robôs ao serviço da saúde.

Os robôs que usem feixes de luz ultravioleta (UV), podem vir a desempenhar um papel importante no combate ao vírus, sobretudo onde o perigo de contágio é maior, como é o caso dos hospitais. O primeiro país que se propôs a utilizar esta tecnologia é a China.

Lê Também:
Apple surpreende com novo serviço de streaming

Esta tecnologia foi concebida para  prevenir e reduzir a propagação de doenças infecciosas, vírus, bactérias e outros tipos de microorganismos orgânicos nocivos no ambiente, sendo por isso seguro, e foi criado pela UVD Robots ,empresa dinamarquesa. De acordo com o que foi avançado pela MedTechIntelligence,  no início deste mês, os robôs seriam enviados para mais de 2000 hospitais em todas as províncias chinesas.

Esta tecnologia chegou ao mercado em 2018, e está disponível em mais de 40 países.

Em plena ameaça mundial, conseguirá está tecnologia ajudar no combate à COVID-19?

Cátia Santos

Observadora, comunicadora, crítica, muito curiosa, apaixonada pela escrita criativa e informativa. Devoradora de livros e de música, com um especial gosto por tecnologia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *