Ghostbusters| © Sony Pictures Home Entertainment

Ghostbusters 2020 | Jason Reitman partilha fotografia e assinala final das gravações

É oficial! As gravações de “Ghostbusters 2020” estão dadas por concluídas. Depois da versão feminina do clássico de culto, chega-nos a versão adolescente, que contará com cameos dos intérpretes originais. O filme é realizado por Jason Reitman, filho do criador original da saga, Ivan Reitman, e promete restaurar alguma glória ao franchise.

Lê Também:
30 abaixo de 30 | As grandes promessas da representação em Hollywood

Jason Reitman, célebre realizador de comédias indie norte-americanas, como “Juno” (2007),  prepara uma nova adaptação de Ghostbusters – “Ghostbusters 2020”, que como o nome indica é esperado no próximo ano. Agora, as gravações, que ocorreram ao longo de pouco mais de dois meses, encontram-se já concluídas. Para celebrar a ocasião, Reitman colocou na sua conta oficial de Instagram, uma foto com alguns dos membros do elenco principal: Carrie Coon (“Fargo”) , Finn Wolfhard (“Stranger Things”), McKenna Grace (“I, Tonya) e Logan Kim, este último aqui no seu primeiro papel no cinema.

FOTO NO SET: 

View this post on Instagram

Wrapped! 68 days and still smiling. #GB20

A post shared by Jason Reitman (@jasonreitman) on

O realizador deixa como legenda: “68 dias e ainda a sorrir”.

Os detalhes continuam escassos, e o filme envolto em muito mistério. Pouco é sabido. Sabemos que Paul Rudd entrará no filme, interpretando um professor numa pequena cidade, e que os membros originais do elenco Bill Murray, Dan Aykroyd, Ernie Hudson, Sigourney Weaver, e Annie Potts vão aparecer na obra, só não sabemos ainda quão significativa será a sua participação.

E claro, sabemos que esta versão será protagonizada por miúdos, com alguns graúdos bem famosos também presentes na acção.

Como o título (provisório ou não) sugere, o filme é lançado em 2020. Nos Estados Unidos, está previsto para 10 de julho de 2020. A data em Portugal é ainda desconhecida. 

Maggie Silva

Licenciatura e Mestrado em Ciências da Comunicação na vertente de Cinema e Televisão pela FCSH-UNL, porque à segunda é de vez. Dependente de cultura pop e cinema indie. Campeã suprema do binge watch, sempre disposta a partilhar dois dedos de conversa sobre o último fenómeno a atacar o pequeno ou grande ecrã.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *