Half Waif (foto de Brian Vu)

Half Waif celebra o quotidiano em “Ordinary Talk”

Nandi Rose Plunkett, que todos conhecemos por Half Waif, está de volta com um novo contrato e um novo álbum, The Caretaker. “Ordinary Talk” é a chave de leitura.

Um dos nossos álbuns mais queridos de 2018, infelizmente inapreciado, é Lavender, cujo tema principal, “Keep It Out”, conquistou também um lugar entre as melhores canções desse mesmo ano. É por isso com entusiasmo que recebemos a notícia de um novo álbum do projecto liderado pela eletrizante Nandi Rose Plunkett. Se o anterior registo foi editado pela Cascine, The Caretaker sairá no dia 27 de Março pela nova discográfica dos Half Waif, a ANTI- Records. O anúncio do contrato com esta editora e do lançamento do novo disco veio acompanhado da divulgação do single principal “Ordinary Talk” e do seu videoclipe, realizado por Kenna Hynes.

Lê Também:
Os Diet Cig dão o seu melhor em "Night Terrors"

The Caretaker é, segundo o comunicado de imprensa, “um álbum que negoceia o espaço entre trabalhar sozinho e com outros, entre o isolamento e a conexão”. O título deve-se, diz Nandi Rose, à personagem inventada que está no centro do álbum: “Ela é alguém a quem foi confiado cuidar de uma propriedade, cuidar da terra, mas não está a fazer um bom trabalho. As ervas daninhas estão a crescer por todo o lado e ela não está a tomar conta de si.” Esta personagem serve de exemplo daquilo em que Nandi Rose se converterá se não estiver vigilante e o álbum exprime a tensão entre o desejo de autonomia, por um lado, e a enovelada realidade da interdependência, por outro.

Tal como em Lavender, também neste novo registo a história intergeracional familiar e étnica de Nandi Rose influenciou muito do conteúdo das canções. Reflectindo sobre a viagem da mãe como refugiada indiana do Uganda e a saída da avó do Lahore depois da divisão da Índia, conclui que “há um legado familiar de perda e procura de um lar, um tema que me tem acompanhado.” A própria Rose cresceu rodeada pelas montanhas Berkshire, em Williamstown, no Massachusetts, encontrando inspiração no choque de estações do Hudson Valley onde mora hoje em dia.

Half Waif - The Caretaker - Ordinary Talk
Capa de The Caretaker

Acerca da canção, disse Nadi Rose o seguinte: “Reconhecer a própria banalidade pode ser deprimente, ou um alívio. Em ‘Ordinary Talk’, quis honrar e celebrar a minha banalidade como um instrumento incrível para me fazer sentir menos só. A canção é um reassegurar-se de que sentir-se mal – ou ‘doente’ – não é coisa que precise de ser corrigida. Há uma profundidade de experiência no sentir emoções nos seus extremos. E é, de facto, esta vívida e variada desordem que nos torna humanos e comuns. O vídeo, escrito em colaboração com a realizadora Kenna Hynes, documenta o progresso do isolamento para a comunhão, enquanto passamos do quadro vivo de um grupo de estranhos cortesãos para as luzes de néon de uma boa velha festa em casa. À medida que a canção se transforma e desvanece, o conjunto de personagens olha para fora, para a vasta noite com a sua inquietante deriva de estrelas, sobre uma visão de chávenas de café, ecrãs azuis de televisão e t-shirts dobradas – os milhares de pequenos momentos que definem os nossos dias.”

HALF WAIF | “ORDINARY TALK”

HALF WAIF, THE CARETAKER | Alinhamento

  1. “Clouds Rest”
  2. “Siren”
  3. “Ordinary Talk”
  4. “My Best Self”
  5. “In August”
  6. “Lapsing”
  7. “Halogen 2″
  8. “Blinking Light”
  9. “Brace”
  10. “Generation”
  11. “Window Place”

Maria Pacheco de Amorim

Literatura, cinema, música e teoria da arte. Todas estas coisas me interessam, algumas delas ensino. Sou bastante omnívora nos meus gostos, mas não tanto que alguma vez vejam "Justin Bieber" escrito num texto meu (para além deste).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *