Crédito editorial: Alex PakhoMovie / Shutterstock.com / ID: 2359771755

iPhone recebe uma das maiores mudanças de sempre no iOS 17.2

Há grande novidades para aqueles que têm iPhone. Com o iOS 17.2 a chegar, há profundas mudanças que vão acontecer.

O sistema operativo iOS 17 ficou disponível para os utilizadores de iPhone há cerca de dois meses, em 19 de setembro. Entre as principais melhorias destacam-se o Live Voicemail, uma funcionalidade que transcreve a mensagem do interlocutor em tempo real, o que oferece aos utilizadores a liberdade de decidir se pretendem atender ou ignorar a chamada. Tudo isto enquanto a outra pessoa ainda está a gravar a mensagem.

Lê Também:   Google Chrome disponibiliza funcionalidade de Inteligência Artificial há muito desejada

Além disso, também a nova função NameDrop simplifica a troca de informações de contato entre novos amigos. Basta que os utilizadores aproximem os respetivos dispositivos para partilhar nomes e detalhes de contacto instantaneamente. Finalmente, outra das novidades prende-se com o Diário, uma app orientada para a saúde mental. Porém, nos próximos tempos vai ser disponibilizado o iOS 17.2, que promete melhorias substanciais.

Com um foco significativo na segurança e na otimização da experiência do utilizador, este novo lançamento da Apple visa introduzir uma ampla correção de bugs, melhoria de desempenho e reforço de privacidade. Assim, entre as atualizações mais aguardadas, destaca-se um novo sistema de gestão de notificações, proporcionando uma abordagem mais inteligente e organizada.

Lê Também:   A novidade do WhatsApp que não está a ser bem recebida pelos utilizadores

A PRINCIPAL NOVIDADE DO IOS 17.2

iphone 15 pro max

Contudo, o ponto crucial é mesmo a segurança e a proteção dos dados dos utilizadores. Porém, a mais recente notícia poderá colocar isso em causa. É que, tal como acontece para aqueles que têm smartphones Android, vai ser possível instalar apps de terceiros fora da loja oficial (Google Play Store e App Store, respetivamente). No entanto, essa liberdade acarreta riscos de segurança. Algumas das aplicações podem ter vírus, malware entre outros fins maliciosos.

A Apple, conhecida pela política rígida contra o sideload, opôs-se a esta mudança. No entanto, acabou mesmo por ser obrigada pela Lei dos Mercados Digitais, da União Europeia, a implementar esta alteração. Porém, a gigante tecnológica já está a estudar a melhor forma de manter os seus clientes protegidos.

Lê Também:   WhatsApp para iPhone recebe finalmente funcionalidade muito desejada

Nesse sentido, em vez de disponibilizar o sideload para os utilizadores, planeia limitar esse recurso à Distribuição de Apps não listadas, disponível somente para gestor de dispositivos móveis (MDM). Isso irá permitir que a empresa envie aplicações para os dispositivos corporativos, não sendo uma opção ativada pelos users.

Tens iPhone? O que achas desta novidade?



Também do teu Interesse:


About The Author


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *