Chloë Grace Moretz e Sasha Lane, "The Miseducation of Cameron Post"

The Miseducation of Cameron Post, o vencedor do Sundance, já tem trailer

“The Miseducation of Cameron Post”, o vencedor do Sundance Grand Jury, partilha finalmente o trailer que envia Chloë Grace Moretz para um acampamento de conversão gay.

Parece que “Chama-me Pelo Teu Nome” abriu portas para que outras adaptações com a mesma temática chegassem ao grande ecrã. Por cá, está agora nos cinemas “Com Amor, Simon“, mas ainda está para vir “The Miseducation of Cameron Post” e “Boy Erased“. Estes dois com uma abordagem muito diferente da de Simon, já que, em ambos, o adolescente é enviado para uma terapia de conversão gay pelos pais. “The Miseducation of Cameron Post” conta a história na versão feminina.

O filme é baseado no romance de Emily M. Danforth com o mesmo título, centrado-se na personagem de Cameron Post, interpretada por Chloë Grace Moretz (“Má Vizinhança 2“; “November Criminals”). Quando Cameron é apanhada aos beijos com uma colega, os seus pais religiosos enviam-na para um acampamento de conversão gay, na esperança de a ‘curar’. O acampamento coloca, pela primeira vez, Cameron em contacto com uma comunidade gay. E, ao invés da ‘cura’, a jovem adolescente irá aprender a ganhar forças, no seguimento da sua amizade com dois campistas, desempenhados por Sasha Lane (“American Honey“) e pelo estreante Forrest Goodluck.

Lê Também:
10 filmes da autoria de Cineastas Femininas que não podes perder este ano

A crítica ficou deslumbrada com a prestação de Chloë Grace Moretz, para não falar do filme em si que conquistou o prémio Sundance Grand Jury, nos E.U.A. A jovem atriz também irá participar na aguardada versão de Luca Guadagnino do clássico de terror, “Suspiria“. “The Miseducation of Cameron Post” assinala a segunda longa-metragem da realizadora de  “Appropriate Behavior”, Desiree Akhavan.

TRAILER | THE MISEDUCATION OF CAMERON POST, O VENCEDOR DO PRÉMIO GRAND JURY DO SUNDANCE FILM FESTIVAL

Já leste o romance de Emily M. Danforth que deu origem ao filme?

Inês Serra

Cresci a ir ao cinema, filha de pais que iam a sessões duplas...Será genético? Devoro livros e algumas séries. Fã incondicional do fantástico e do sci-fi. Gostaria de viver todos os dias com o mote Spielbergiano - "I dream for a living"

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *