71º Festival de Cannes 2018: ‘Shoplifters’ de Hirokazu Kore-eda vence a Palma de Ouro

O filme japonês “Shoplifters”, de Hirokazu Kore-eda ganhou a Palma de Ouro do 71º Festival de Cannes. Spike Lee fica com o Grande Prémio. Jean-Luc Godard tem direito a uma Palma de Ouro Especial, anunciada pela própria Cate Blanchett, presidente do Júri Oficial. 

Num ano extremamente bom e equilibrado em termos de qualidade dos filmes e onde era difícil apontar um vencedor, pois nenhuma das obras apresentadas na competição 71, se poderia chamar de excepcional acabou por se impor o filme japonês “Shoplifters”, de Hirokazu Kore-eda, um terno retrato de uma família pobre que vive executando pequenos roubos e expedientes, mas em harmonia.

Lê Também:
71º Festival de Cannes: Mais um Prémio para Salaviza

A Palma de Ouro do 71ª Festival de Cannes é efectivamente uma surpresa bem como a maioria do Palmarés, justo mas estranho, inclusive a Palma de Ouro Especial do Júri para Jean-Luz Godard (“Le Livre d’Image”) e dois Prémios de Argumento ex aequo para Alice Rohrwacher (“Lazzaro Felice”) partilhado com Jafar Panahi e Nader Saeivar (“3 Faces”). O júri presidido por Cate Blanchett atribuí os seguintes prémios (à excepção da Câmara de Ouro e Curta-Metragem).

Palmarés

Palma de Ouro

Hirokazu Kore-eda, “Shoplifters”

Grande Prémio

Spike Lee, “Blackkklansman”

Prémio do Júri

Nadine Labaki, “Capharnaüm”

Palma de Ouro Especial

Jean-Luc Godard, “Le Livre d’Image”

Melhor Actor

Marcello Fonte, “Dogman” (de Matteo Garrone)

Melhor Realizador

Pawel Pawlikowski, “Cold War”

Melhor Actriz

Samal Yeslyamova, “Ayka” (de Sergey Dvortsevoy)

Melhor Argumento ex aequo

Alice Rohrwacher (“Lazzaro Felice”) com Jafar Panahi e Nader Saeivar (“3 Faces”)

Palma de Ouro para Melhor Curta-Metragem

Charles Williams, “All These Creatures”

Câmera de Ouro (Primeira Obra)

Lukas Dhont, “Girl”

José Vieira Mendes (em Cannes)

José Vieira Mendes

Jornalista, crítico de cinema e programador. Licenciado em Comunicação Social, e pós-graduado em Produção de Televisão, pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. É actualmente Editor da Magazine.HD (www.magazine-hd.com). Foi Director da ‘Premiere’ (1999 a 2010). Colabora no blog ‘Imagens de Fundo’, do Final Cut/Visão JL , no Jornal de Letras e na Visão. Foi apresentador das ‘Noites de Cinema’, na RTP Memória e comentador no Bom Dia Portugal, da RTP1.  Realizou os documentários: ‘Gerações Curtas!?’ (2012);  ‘Ó Pai O Que É a Crise?’ (2012); ‘as memórias não se apagam’, ( 2014). Foi programador do ciclo ‘Pontes para Istambul’,(2010),‘Turkey: The Missing Star Lisbon’, (2012) Mostras de Cinema da América Latina 2010 e 2011, 'Vamos fazer Rir a Europa', 2014 e Mostra de Cinema Dominicano, 2014 e Cine Atlântico, Terceira, Açores. É o Director de Programação do Cine’Eco- Festival de Cinema Ambiental da Serra da Estrela desde 2012. É membro da FIPRESCI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *