©Twentieth Century Fox, Dune Entertainment, Scott Free Productions

Ridley Scott continua trabalho em Gladiador 2 apesar das greves

Ridley Scott vai continuar a história de um dos seus melhores filmes, “Gladiador”, permanecendo a trabalhar apesar de contratempos. 

Quando surgiu a notícia de que Ridley Scott se estava a preparar para fazer uma sequela para um dos seus filmes mais populares, o entusiasmo foi muito. Entretanto as coisas mudaram, primeiro foi a greve dos argumentistas, que já está resolvida, e a greve dos actores, que até hoje ainda não chegaram a um acordo. Isto fez com que Hollywood travasse a fundo, fazendo com que a grande maioria das produções fossem suspensas sem uma previsão de regresso.

Gladiador 2 Ridley Scott
© Universal Pictures

Porém, isto não significa que o realizador tenha parado. Para além de “Gladiador 2”, Scott também trabalhou no filme “Napoleão”, onde apresenta uma nova visão sobre as origens de Napoleão Bonaparte, a sua ascensão ao poder como imperador e a sua conturbada relação com Joséphine, a sua esposa e imperatriz. 

Neste projecto, o realizador reencontrou-se com Joaquin Phoenix que fez de Commodus em “Gladiador”, o filho do imperador Marcus Aurelius, um jovem sedento por poder que acaba por matar o pai para ficar com o seu lugar. Phoenix, desta vez, dá vida a Napoleão ao lado de Vanessa Kirby, Tahar Rahim, Ben Miles, Ludivine Sagnier, Matthew Needham, entre muitos outros.

Lê Também:   De Christopher Nolan a Steven Spielberg, estes são os 10 realizadores mais bem sucedidos de sempre

“Napoleão” terá uma duração de 2 horas e 38 minutos no grande ecrã, no entanto existirá uma versão com mais de 4 horas que estará disponível no Apple TV+. Este filme chega às salas nacionais no dia 23 de Novembro.


Agora regressando a “Gladiador 2”. O realizador revelou que só conseguiu gravar 90 minutos do filme, e que tem estado a editar no meio das greves. Aparentemente, assim que o sindicato dos atores chegar a um acordo com os estúdios, Scott irá retomar as gravações com Paul Mescal rapidamente.

A sequela decorre anos após o filme original, onde Mescal será Lucius Verus, que foi interpretado por Spencer Treat Clark na obra de 2000, o filho de Lucilla e neto de Marcus Aurelius que idolatrou Maximus, a personagem de Russell Crowe. Outros nome que estão associados a este projecto são de Pedro Pascal, Connie Nielsen, Denzel Washington e Joseph Quinn.

Lê Também:   Casa Gucci, em análise

Numa entrevista para a “Esquire”, antes da greve, Mescal revelou que o argumento está muito bem escrito sendo uma homenagem ao filme original, no entanto diz ser algo em que consegue deixar a sua marca.

Do material que foi filmado para esta sequela existe uma cena peculiar: uma luta entre o herói e um bando de babuínos. Ao que parece, Scott assombrado por um vídeo de babuínos que atacaram um grupo de turistas, inspirou-se para construir a sequência de acção.

VÍDEO | REVÊ O TRAILER DE GLADIADOR DE RIDLEY SCOTT

Estás entusiasmado com esta sequela?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *