© Miguel Oliveira

THU 2022 | A união faz a criatividade

Chegou ao fim a nona edição do Trojan Horse was Unicorn. No THU 2022, os artistas descobriram o melhor de si.

O mundo artístico, como também a criação artística, requer uma parte de nós. Ou seja, quando criamos uma peça, de que natureza seja, estamos a replicar parte da nossa essência. Para melhorar os trabalhos, temos de partilhar, falar e ouvir. O THU 2022 foi o evento ideal para essa tarefa. Nos seis dias de evento, era palpável a vontade dos artistas em partilhar conhecimentos, em travar novas amizades.

Lê Também:
THU 2022 | Primeiros Momentos

Desde do primeiro dia, logo na cerimónia de abertura, grande parte das pessoas que estavam no auditório conheciam-se de edições anteriores. E quem chegava pela primeira vez, rapidamente começava a entrar nas conversas. Nos dias que se seguiram, decorreram várias palestras, workshops, e até festas. Falou-se sobre o desenvolvimento de trabalhos dentro de várias áreas, como o desenho, o design e até o cinema. Como se pode melhorar o portfólio para chamar a atenção. Mas até chegar ao resultado final, existe um percurso, por vezes solitário. Por isso é essencial compreender-nos para manter o nosso equilíbrio social e mental.

O último dia começou com uma aula de yoga, para acabar de forma relaxada. Pelo meio, como não podia deixar de faltar, decorreram várias palestras com os Knights, com destaque para “Portfolio review and Paintovers with friends”, de Marc Simonetti. Ainda o THU 2022 não tinha terminado, e as saudades já se sentiam entre os artistas. Por isso, para acabar em grande, a Tribo foi para à festa, na Sony Oasis.

RESUMO | RECORDA TUDO QUE ACONTECEU NA THU 2022

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.