Todd Haynes à frente de documentário sobre Velvet Underground

50 anos depois do lançamento de “Velvet Underground & Nico”, Todd Haynes confirma que está a preparar um documentário sobre a icónica banda de rock norte-americana Velvet Underground.

O realizador Todd Haynes vai dedicar o seu primeiro documentário aos influentes Velvet Underground. A declaração foi feita à revista Variety, em Locarno, na Suíça, a propósito da atribuição do Pardo d’Onore Manor, no Festival de Cinema da cidade.

Autor de aclamados filmes independentes como “Carol” (2015) e “Longe do Paraíso” (2002), Haynes junta-se aos produtores Christine Vachon e David Blackman no desenvolvimento deste projeto.

Ainda que não exista, por agora, um título para o documentário ou informações de maior, Todd Haynes avança que vai contar com imagens dos filmes do artista Andy Warhol, produtor e mentor da banda.

Lê Também:
A Volta ao Mundo em 80 Filmes

Dada a escassa documentação relativa aos Velvet Underground, o realizador afirma que o trabalho de pesquisa vai ser “desafiante”, mas anseia pela “emoção da investigação e da montagem visual”, assim como por aprofundar “os recursos, o material, as filmagens arquivadas e o cinema e trabalho experimental”.

O documentário irá também incluir entrevistas aos membros da banda que ainda estão entre nós e abordar o movimento artístico contemporâneo da década de 60.

A banda, Velvet Underground

Ao longo de toda a sua carreira, Todd Haynes tem-se dedicado à exploração de histórias e personagens que, “conscientemente ou inadvertidamente”, vão contra as ideias socialmente estabelecidas. Em “Velvet Goldmine” (1998), por exemplo, as barreiras de género difundem-se e em “Longe do Paraíso” (2002), o conservadorismo e a moralidade são postos à prova.

No caso dos míticos Velvet Underground, Haynes salienta o facto dos músicos terem “saído de uma verdadeira secção experimental do cinema, arte contemporânea e rejeição da cultura consumista mainstream, numa época muito rica e fértil da década de 60 em Nova Iorque”.

Lê Também:
De Mozart a Ian Curtis: 10 Melhores Filmes sobre Música

Apesar do conhecido álbum da banana, “Velvet Underground & Nico”, ter vendido apenas 30 000 cópias, a sua influência é inegável, nomeadamente em artistas como David Bowie. “Eles são a banda mais influente – como disse Brian Eno, toda a gente que comprou [o álbum] começou uma banda”, defende o realizador.

Todd Haynes confessou que o documentário que está para vir será uma “intensa experiência visual”, dado o seu fascínio pelo experimental através da forma.

À Variety, o realizador norte-americano contou ainda que, em parceria com a Amazon, está a preparar uma série acerca de “uma figura muito importante, com grande influência histórica e cultural”. O nome da personalidade não foi revelado.

Ansioso por mais desenvolvimentos acerca deste documentário? Nós aprovamos o investimento de Haynes!

Rita Cabral

Aspirante a jornalista e apaixonada por cultura. Sonhadora incurável e realista inata. Cativada por quase tudo o que existe.

Rita Cabral has 37 posts and counting. See all posts by Rita Cabral

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *