Audrey Diwan/Veneza 78.

78º Festival de Veneza: Leão de Ouro para ‘L’Événement’

Numa competição muito equilibrada e de elevada qualidade artística, o Leão de Ouro do 78º Festival de Cinema foi surpreendentemente para ‘L’Événement’, da francesa Audrey Diwan, um drama sobre o aborto clandestino na França dos anos 60. 

Entre os outros vencedores de 78º Festival de Veneza, destacam-se ainda  Paolo Sorrentino, que ganhou o Grande Prémio do Júri com ‘É Stata La Mano di Dio’, um drama pessoal e autobiográfico, a Melhor Realização foi para Jane Campion pelo western ‘The Power of Dog’. Penélope Cruz,  ganhou a Copa Volpi de Melhor Interpretação por ‘Madres Paralelas’, o último filme de Pedro Almodóvar. Esta 78ª edição do Festival de Cinema de Veneza, apesar das limitações sanitárias e das enormes dificuldades nas reservas de bilhetes para as sessões, respondeu às mais elevadas expectativas. Na verdade, o 78º Festival de Veneza e os festivais de cinema em geral vêm demonstrar, que  são locais de reencontro e  vão continuar a ser as melhores plataformas para lançar e valorizar os filmes (e conteúdos audiovisuais) em geral — sejam destinados às salas ou streaming. São a melhor forma de tornar os filmes conhecidos, aumentar a vontade de os ver, consumir e sobretudo de os partilhar. 

Lê Também:
78º Festival de Veneza: Os (meus) Favoritos!

VÊ TRAILER DE ‘L’ÉVÉNEMENT’

Lista completa dos vencedores da Competição de 78º Festival de Veneza: 

Leão de Ouro de Melhor Filme

L’événement – Audrey Diwan (França)

Leão de Prata – Grande Prémio do Júri

É Stata La Mano di Dio – Paolo Sorrentino (Itália)

Leão de Prata – Prémio de Melhor Realizador

The Power of Dog – Jane Campion (Nova Zelândia/Austrália)

Taça Volpi para Melhor Interpretação Feminina

Penélope CruzMadres Paralelas (Espanha)

Taça Volpi para Melhor Interpretação Masculina

John ArcillaOn the Job: The Missing 8 (Filipinas)

Prémio de Melhor Argumento

Maggie GyllenhaalThe Lost Daughter (EUA/Grécia/Reino Unido/Israel) 

Prémio Especial do Júri

Il buco – Michelangelo Frammartino (Itália/Alemanha/França) 

Prémio Marcello Mastroianni para um Jovem Ator ou Atriz Emergente

Filippo ScottiÉ Stata La Mano di Dio (Itália)

JVM

José Vieira Mendes

Jornalista, crítico de cinema e programador. Licenciado em Comunicação Social, e pós-graduado em Produção de Televisão, pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. É actualmente Editor da Magazine.HD (www.magazine-hd.com). Foi Director da ‘Premiere’ (1999 a 2010). Colaborou no blog ‘Imagens de Fundo’, do Final Cut/Visão JL , no Jornal de Letras e na Visão. Foi apresentador das ‘Noites de Cinema’, na RTP Memória e comentador no Bom Dia Portugal, da RTP1.  Realizou os documentários: ‘Gerações Curtas!?’ (2012);  ‘Ó Pai O Que É a Crise?’ (2012); ‘as memórias não se apagam’  (2014) e 'Mar Urbano Lisboa (2019). Foi programador do ciclo ‘Pontes para Istambul’ (2010),‘Turkey: The Missing Star Lisbon’ (2012), Mostras de Cinema da América Latina (2010 e 2011), 'Vamos fazer Rir a Europa', (2014), Mostra de Cinema Dominicano, (2014) e Cine Atlântico, Terceira, Açores desde 2016, até actualidade. Foi Director de Programação do Cine’Eco—Festival de Cinema Ambiental da Serra da Estrela de 2012 a 2019. É membro da FIPRESCI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *