"Watchmen" | © HBO

Emmys 2020 | Quem vai ganhar?

Antes dos Emmys de 2020, cuja principal cerimónia se realiza amanhã dia 20 de setembro, nós fazemos as nossas apostas e damos os melhores palpites. Será que HBO

vai mesmo dominar os prémios da Academia Televisiva pelo segundo ano consecutivo?

Schitt's Creek
Schitt’s Creek | © Pop

Os primeiros grandes prémios de televisão entregues durante a pandemia estão aí! Os Emmys, este ano, têm uma cerimónia pouco ortodoxa com reações à distância via Zoom e outras tantas questões do distanciamento social. Não obstante estas mudanças ao modelo tradicional da cerimónia, mantém-se o intuito de celebrar o que de melhor se faz na televisão americana.

Lê Também:
Emmy Awards 2020 | Não percas a cerimónia ao vivo

Este ano, os campeões das nomeações foram “Watchmen” e “Succession” da HBO, assim como “Schitt’s Creek” da CBC. Globalmente, essas séries são apontadas como as favoritas nas três grandes vertentes dos prémios da Academia Televisiva, Minissérie, Drama e Comédia. Os peritos já fizeram as suas previsões e espera-se uma avalanche de honras para essas três obras. Contudo, se há algo que os Emmys nos dão com regularidade são surpresas e momentos inesperados. Neste ano feito de surpresas, mais más que boas, não podemos esperar algo diferente da parte destes prémios.

Succession
Succession | © HBO Portugal

Com isso dito, a imprevisibilidade dos galardões, não nos impede de fazermos as nossas próprias apostas. Aqui ficam as previsões finais da Magazine.HD nas categorias principais dos Emmys 2020…

 

Lê Também:
Succession, segunda temporada em análise

PREVISÕES DOS VENCEDORS DOS EMMYS 2020:

MELHOR SÉRIE – COMÉDIA
SCHITT’S CREEK
Alternativa: THE MARVELOUS MRS. MAISEL

MELHOR SÉRIE – DRAMA
SUCCESSION
Alternativa: OZARK

MELHOR MINISSÉRIE
WATCHMEN
Alternativa: UNORTHODOX

MELHOR ATRIZ – COMÉDIA
Catherine O’Hara, SCHITT’S CREEK
Alternativa: Rachel Brosnahan, THE MARVELOUS MRS. MAISEL

MELHOR ATRIZ – DRAMA
Laura Linney, OZARK
Alternativa: Olivia Colman, THE CROWN

MELHOR ATRIZ – MINISSÉRIE OU TELEFILME
Regina King, WATCHMEN
Alternativa: Shira Haas, UNORTHODOX

MELHOR ATOR – COMÉDIA
Eugene Levy, SCHITT’S CREEK
Alternativa: Ted Danson, THE GOOD PLACE

MELHOR ATOR – DRAMA
Jeremy Strong, SUCCESSION
Alternativa: Jason Bateman, OZARK

MELHOR ATOR – MINISSÉRIE OU TELEFILME
Paul Mescal, NORMAL PEOPLE
Alternativa: Hugh Jackman, BAD EDUCATION

MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA – COMÉDIA
Alex Borstein, THE MARVELOUS MRS. MAISEL
Alternativa: Kate McKinnon, SATURDAY NIGHT LIVE

MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA – DRAMA
Sarah Snook, SUCCESSION
Alternativa: Julia Garner, OZARK

MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA – MINISSÉRIE OU TELEFILME
Jean Smart, WATCHMEN
Alternativa: Toni Collette, UNBELIEVABLE

MELHOR ATOR SECUNDÁRIO – COMÉDIA
Dan Levy, SCHITT’S CREEK
Alternativa: Tony Shalhoub, THE MARVELOUS MRS. MAISEL

MELHOR ATOR SECUNDÁRIO – DRAMA
Billy Crudup, THE MORNING SHOE
Alternativa: Giancarlo Esposito, BETTER CALL SAUL

MELHOR ATOR SECUNDÁRIO – MINISSÉRIE OU TELEFILME
Yahya Abdul-Mateen II, WATCHMEN
Alternativa: Jovan Adepo, WATCHMEN

MELHOR REALIZAÇÃO – COMÉDIA
Gail Mancuso, MODERN FAMILY
Alternativa: Andrew Cividino e Dan Levy, SCHITT’S CREEK

MELHOR REALIZAÇÃO – DRAMA
Mimi Leder, THE MORNING SHOW
Alternativa: Benjamin Caron, THE CROWN

MELHOR REALIZAÇÃO – MINISSÉRIE OU TELEFILME
Stephen Williams, WATCHMEN
Alternativa: Maria Schrader, UNORTHODOX

MELHOR ARGUMENTO – COMÉDIA
Micharl Schur, THE GOOD PLACE
Alternativa: Daniel Levy, SCHITT’S CREEK

MELHOR ARGUMENTO – DRAMA
Jesse Armstrong, SUCCESSION
Alternativa: Peter Morgan, THE CROWN

MELHOR ARGUMENTO – MINISSÉRIE OU TELEFILME
Damon Lindelof e Cord Jefferson, WATCHMEN
Alternativa: Anna Winger, UNORTHODOX

 

Concordas com as nossas previsões? Deixa-nos os teus melhores palpites nos comentários e não te esqueças de cá voltar depois dos Emmys, para ver se acertámos ou não.

Cláudio Alves

Licenciado em Teatro, ramo Design de Cena, pela Escola Superior de Teatro e Cinema. Ocasional figurinista, apaixonado por escrita e desenho. Um cinéfilo devoto que participou no Young Critics Workshop do Festival de Cinema de Gante em 2016. Já teve textos publicados também no blogue da FILMIN e na publicação belga Photogénie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *