© IndieLisboa

IndieLisboa ’20 | The Other Lamb, em análise

“The Other Lamb” marca mais uma incursão no universo bizarro da secção “Boca do Inferno”. Desta vez, viramo-nos para um culto com vista para o Eden. O filme foi emitido no dia 30 de agosto, pelas 21h30, no Capitólio, e analisamos agora esta proposta cinematográfica. 

Lê Também:
IndieLisboa ’20 | Camp de Thiaroye, em análise

Uma comunidade rural, um Pastor e o seu Rebanho. O Pastor é o marido e por vezes também pai de múltiplas mulheres que o seguem e que com ele vivem em total isolamento societário, vivendo antes uma existência simplista, ritualista e baseada no medo do exterior e do outro.

A realizadora polaca Malgorzata Szumowska (“Body”, “Mug”) assina esta reflexão sobre o domínio masculino sobre a figura feminina. “The Other Lamb” centra a sua narrativa nalgumas das mais naturais e expectáveis emoções humanas: a dúvida e a curiosidade. Tudo “está bem” no mundo do Pastor (Michiel Huisman, de “Game of Thrones” ou “The Haunting of Hill House”, até ao momento em que uma das suas filhas começa a duvidar da sua fé.

Uma peregrinação inesperada, algumas mortes mais ou menos naturais e a chegada de um fenómeno natural na vida da mulher levam a jovem Selah a questionar cada vez mais a sua realidade. Esta é interpretada na perfeição pela promissora Raffey Cassidy (“Vox Lux“, “Tomorrowland”), capaz de elevar as muitas cenas que aqui protagoniza. 

“The Other Lamb” é uma experiência cinematográfica satisfatória, embora insuficiente. A narrativa de uma culto liderado por um homem recluso que vive com as suas esposas e/ou filhas é uma premissa já gasta, expectável. A esta longa-metragem falta a especificidade dos factos, a contradição dos eventos, falta-lhe pormenor, detalhe. Este é um trabalho aceitável mas em último caso insuficiente na sua falta de especificidade.

TRAILER OFICIAL | THE OTHER LAMB  – BOCA DO INFERNO

A narrativa desenha-se no aqui e agora, sem nunca termos direito a conhecer as motivações que originaram este culto. Temos alguns vislumbres relativos ao seu início, mas não o suficiente para desenhar um quadro específico e concreto.”The Other Lamb” é demasiado genérico para o seu bem. Tem, contudo, inúmeros elementos de redenção, entre eles a sua cinematografia satisfatória ou os seus cenários de cortar a respiração. Os décors são inteiramente apropriados à temática, bem como o guarda-roupa seleccionado. Contudo, algo fica sem dúvida a faltar. Uma energia própria, uma especificidade. “The Other Lamb” não é mau, mas também não é único ou memorável.

The Other Lamb

Movie title: The Other Lamb

Date published: 29 de August de 2020

Director(s): Malgorzata Szumowska

Genre: Drama, Terror

[ More ]

  • Maggie Silva - 65
65

Um resumo

“The Other Lamb” é um conto gótico intemporal que sofre de alguma falta de imaginação e especificidade.

O MELHOR: A fotografia, guarda-roupa e no geral a atmosfera conseguida.

O PIOR: A falta de particularidade.

MS

Sending
User Review
0 (0 votes)
Comments Rating 0 (0 reviews)

Maggie Silva

Comunicadora de profissão e por natureza. Dependente de cultura pop, cinema indie e vítima da incessante necessidade de descobrir novas paixões. Campeã suprema do binge watch, sempre disposta a partilhar dois dedos de conversa sobre o último fenómeno a atacar o pequeno ou grande ecrã.

Maggie Silva has 492 posts and counting. See all posts by Maggie Silva

Leave a Reply

Sending