© 2019 Hulu

Into the Dark: Blood Moon é a nova entrada no universo de horror da Hulu

“Into the Dark: Blood Moon” servirá como final para a segunda temporada da série de horror da Hulu pelas mãos da conhecida produtora Blumhouse.

“Into the Dark” começou com uma premissa muito interessante. Esta série de antologia que estreou em 2018 na plataforma de streaming Hulu, consiste em episódios de longa duração com um mês de intervalo. A primeira temporada aproveitava os feriados mensais para a narrativa de cada história e mostrava-nos como a passagem de ano ou o dia dos namorados podem ser memoráveis, no pior sentido. Produzida pela conhecida Blumhouse (“Actividade Paranormal“, “O Homem Invisível“) e tendo como produtor executivo o próprio fundador, Jason Blum, esta aposta foi certeira no universo do horror e para todos os fãs deste género.

Lê Também:
STAR | As séries exclusivas e originais da nova área da Disney+

Agora, como final para a segunda temporada, teremos “Blood Moon”, que conta a história de Esme (Megalyn Echikunwoke) e o seu filho Luna (Yonas Kibreab) que se mudam para uma pequena cidade quase abandonada. Mas existe um segredo que Esme tenta guardar a todo o custo. Todos os meses, nas noites de lua cheia, a mãe tem que trancar o filho para o manter a ele, e a todos os da pequena cidade, a salvo. Contudo, os comportamento estranhos e carnívoros da pequena criança começam a chamar a atenção de todos e eles tentarão a todo o custo proteger este segredo.

Realizado por Emma Tammi (“The Wind”) e com argumento de Adam Mason (“Songbird”) e Simon Boyes (“Hangman”), a realizadora volta para o universo “Into the Dark” depois de ter feito parte do filme da segunda temporada “Delivered”, que tinha como narrativa a história de uma jovem grávida que descobriu que alguém muito próximo tinha planos muito suspeitos para ela e para o seu bebé.

TRAILER | ASSISTE AO TRAILER DO FINAL “INTO THE DARK: BLOOD MOON”

Podes assistir ao final desta série horripilante no dia 26 de março, se te atreveres!

Filipa Carvalho

Metade humana, metade geek, tudo culpa do meu avô que todas as semanas, à segunda-feira, me levava ao cinema à sessão da tarde no Fonte Nova. Depois vieram os vizinhos com as NES e as DreamCasts e o bichinho continuou. Adoro uma boa série de comédia que me faça rir, um filme de terror que me deixe assombrada para o resto do dia e um jogo que me tire o sono. Também faço lives na Twitch e desabafo no Twitter onde... bem.... o que dizer? Vocês conhecem como funciona o Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *