Stephan James como Fonny e KiKi Layne as Tish em “Se Esta Rua Falasse”

Se Esta Rua Falasse ganha voz nos Independent Spirit Awards

Depois de uma Awards Season incomum, “Se Esta Rua Falasse” conseguiu ser o grande destaque da noite dos Independent Spirit Awards 2019. 

“Se Esta Rua Falasse” foi o grande vencedor dos Film Independent Spirit Awards 2019 que ocorreram na passada noite de sábado, provando uma vez mais que esta foi uma temporada de prémios incomum, onde os sindicatos e academias acabaram por celebrar sempre filmes diferentes.

Assim, o primeiro filme baseado numa obra de James Baldwin levou para casa o Spirit Award de Melhor Filme, o de Melhor Realizador para Barry Jenkins, e o Spirit Award de Melhor Atriz Secundária para Regina King. Regina King está também nomeada ao Óscar de Melhor Atriz Secundária e é por muitos especialistas considerada a favorita.

Se Esta Rua Falasse
Ator, elenco e produtores de “Se Esta Rua Falasse”

Como habitual, os Film Independent Spirit Awards decorreram um dia antes dos Óscares e este ano afastaram-se imenso da lista dos nomeados às estatuetas douradas. Basta ver que “Se Esta Rua Falasse” nem sequer foi nomeado ao Óscar de Melhor Filme e acabou por ganhar uma voz nos prémios independentes. Além disso, e um caso mais particular: Ethan Hawke que não foi nomeado ao Óscar de Melhor Ator conseguiu sair vitorioso dos Spirit Awards.

Destaque também para as vitórias de Glenn Close como Melhor Atriz por “A Mulher” e para Richard E. Grant como Melhor Ator Secundário por “Can You Ever Forgive Me?”.

Os Spirit Awards procuram celebrar filmes não financiados pelos grande estúdios, o que muitas vezes significa reconhecer um orçamento menor e menos convencional do aqueles que são celebrados pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.

Lê Também:
Óscares 2019 | E os grandes vencedores são...

Mesmo com críticas à Netflix por parte da apresentadora Aubrey Plaza, que referiu que os filmes são para ver no cinema, “Roma” de Alfonso Cuarón ganhou o prémio de Melhor Filme Internacional nos Spirit Awards. A história de Cleo protagonizada por Yalitza Aparício e inspirado nas vivências de Cuarón enquanto criança concorre a 10 Óscares da Academia.

Para mais, apesar da boa condução da 34ª cerimónia dos Film Independent Spirit Awards, a crítica de Audrey Plaza à Netflix não deverá ser aplaudida. Quer os artistas queiram quer não, a plataforma de streaming é também uma indústria de cinema e terá de ser vista como tal. O caminhar do cinema é sempre de renovação e de celebração das imagens em movimento independentemente da forma de distribuição, dos formatos de som ou imagem utilizados pelos seus cineastas, dos seus países de onde são originários ou do elenco que o compõe.

Se Esta Rua Falasse
Elenco e diretora de casting de “Suspiria”

Falando em elenco, “Suspiria”, de Luca Guadagnino, uma visão contemporânea do clássico de terror de Dario Argento levou para casa o prémio Robert Altman, que celebrou o seu elenco composto só por mulheres. Dakota Johnson, Tilda Swinton, Mia Goth, Chloe Grace Moretz, Angela Winkler, Elena Fokina, Ingrid Caven e Jessica Harper são as estrelas deste magnífico filme inspirado na trilogia “Three Mothers”

Incrivelmente bem dirigido, o filme mostra que há futuro e espaço narrativo para as mulheres brilharem no cinema. O filme conseguiu ainda o troféu para Melhor Fotografia.

Todos os vencedores dos Film Independent Spirit Awards 2019 podem conhecidos abaixo.

Film Independent Spirit Awards 2019 | Lista de vencedores

MELHOR FILME

“Se Esta Rua Falasse”

MELHOR PRIMEIRO FILME

“Sorry to Bother You”

MELHOR REALIZADOR

Barry Jenkins, “Se Esta Rua Falasse”

MELHOR ATRIZ 

Glenn Close, “A Mulher”

MELHOR ATOR 

Ethan Hawke, “No Coração da Escuridão”

MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA

Regina King, “Se Esta Rua Falasse”

MELHOR ATOR SECUNDÁRIO

Richard E. Grant, “Can You Ever Forgive Me?”

MELHOR ARGUMENTO

Nicole Holofcener e Jeff Whitty, “Can You Ever Forgive Me?”

MELHOR PRIMEIRO ARGUMENTO

Bo Burnham, “Eighth Grade”

John Cassavetes Award

“En el Séptimo Día”

MELHOR DOCUMENTÁRIO

“Won’t You Be My Neighbor?”

MELHOR FILME INTERNACIONAL

“Roma” (México)

MELHOR MONTAGEM

Joe Bini, “You Were Never Really Here”

MELHOR FOTOGRAFIA

Sayombhu Mukdeeprom, “Suspiria”

MELHOR ELENCO – Robert Altman Award

“Suspiria”

Bonnie Award

Debra Granik

Producers Award

Shrihari Sathe

Someone to Watch Award

Alex Moratto, “Sócrates”

Truer Than Fiction Award

Bing Liu, “Minding the Gap”

 

O que pensas dos vencedores?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *