Ranking MHD dos Filmes Pixar | © Disney Pixar

TOP Filmes Pixar | Ranking oficial MHD

Com “Toy Story 4” mesmo à porta, a equipa MHD embarca na hercúlea tarefa de ranquear o TOP Filmes Pixar!

Já se passou praticamente um quarto de século desde que os feiticeiros de Pixar deram à luz a animação digital, e durante todos estes anos, o estúdio-filho da Walt Disney foi rei e senhor deste império, criando standards, marcos e obras definitivas do género.

Desde as aventuras e desventuras de um grupo de bonecos a jornadas de robôs solitários numa Terra pós-apocalíptica, sem esquecer o turbilhão de emoções que nos povoa o quotidiano ou o luto que temos de fazer quando aqueles que amamos partem definitivamente, a Pixar sempre se destacou dos demais concorrentes pela ambição e coragem das suas complexas narrativas aliadas a uma pristina mestria técnica.

Por tudo isto, ranquear os 20 filmes Pixar que chegaram às salas antes de “Toy Story 4” pode parecer uma espécie de Missão Impossível… mas com esforço, suor e (muitas) lágrimas, a equipa da MHD reuniu-se e traz-vos hoje o seu Ranking definitivo dos Filmes Pixar.

1 de 20

20. CARROS 3 (2017)

TOP Filmes Pixar
Carros 3 | © Disney Pixar

Arrancamos a alta velocidade na cauda do ranking com um protagonista expectável. Se “Carros” está longe de ser uma das obras-mestras do seminal estúdio Pixar, então “Carros 3“… parece mais uma daquelas pálidas tentativas de um estúdio rival de imitar a magia do gigante da Animação e que simplesmente não pertence a esta lista.

 Não nos interpretem mal: não é um filme horrível e dá-nos exatamente aquilo que já viemos a esperar de um filme deste franchise: muitos carros… e poucos sumo.

Se por um lado, é fácil de inferir que Carros é, sem grande margem para dúvidas, a aventura mais infantil do cânone Pixar, por outro, não deixa de ser estranho que esse mesmo franchise se dedique aqui – e de forma bastante formulaica – a desenvolver os temas do envelhecimento e do esquecimento. Ainda assim, não deixa de ser um conto simpático sobre a mentoria e o quão importante é saber dar a vez e passar os conhecimentos a uma geração mais jovem. E pontos extra pela vertente girl-power!

 

Catarina d’Oliveira

1 de 20

Catarina Oliveira

Licenciada em Ciências da Comunicação e com formação complementar em Design Gráfico, além de editora e diretora criativa da MHD é também uma das sócias fundadoras da mais recente face da empresa. Colaboradora de Cinema na Vogue Portugal. Gestora de conteúdo na Lava Surf Culture e NOS Empresas - Criar uma Empresa. Autora do blog de Cinema Close-Up.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *