David Lee / © Netflix

Viola Davis faz história nos Óscares

Viola Davis faz história sendo a única atriz negra com duas nomeações nas categorias que referenciam a representação no feminino!

Poucas horas depois de ter saído a lista de nomeados para a cerimónia dos Óscares 2021, uma notícia animadora que faz jus ao enorme talento da atriz. Viola Davis que já deu vida a Annalise Keating em “Como Defender Um Assassino”, Aibileen Clark em “As Serviçais” e Rose Maxson em “Vedações”, que lhe valeu o Óscar de Melhor Atriz Secundária, foi agora nomeada para o prémio de Melhor Atriz, pela sua interpretação em “Ma Rainey: A Mãe do Blues”.

Lê Também:
Óscares 2021 | Lista completa de nomeados aos prémios da Academia

Davis já tinha feito história anteriormente, quando ganhou o Óscar em 2017, sendo a primeira atriz negra a alcançar o “Triple Crown of Acting”, termo utilizado pela indústria para todos que venceram um Prémio da Academia, um Emmy e um Tony em categorias de atuação. O seu profissionalismo tem feito com que a carreira quebre preconceitos e eleve o nome de todos os atores de minorias étnicas, que a pouco e pouco têm ganho o devido reconhecimento por parte das grandes cerimónias que celebram o que de melhor se faz em TV e cinema.

Esta conquista quebra o empate que ela tinha com a sua também amiga de longa data, Octavia Spencer, com três nomeações (“Elementos Secretos”, “A Forma da Água” e a vitória nos Óscares de 2012 em “As Serviçais”). Whoopi Goldberg junta-se a este grupo de enorme talento, sendo também a única atriz negra com mais do que uma nomeação com as suas interpretações em “A Cor Púrpura” e “Ghost – Espírito do Amor” que lhe valeu o prémio de Melhor Atriz Secundária em 1991.

Numa entrevista recente, após saber que tinha alcançado este feito, Viola Davis comentou:

“Para mim, é um reflexo da falta de oportunidades e de acesso a oportunidades que as pessoas negras tiveram neste negócio”

TRAILER | REVÊ A ATUAÇÃO DE VIOLA DAVIS EM “MA RAINEY: A MÃE DO BLUES”

Os nossos sinceros parabéns à atriz, pelo seu percurso memorável na área da representação, na esperança de um mundo cada vez mais inclusivo, que dê voz ao que realmente importa: o verdadeiro talento em cinema e TV.

Filipa Carvalho

Metade humana, metade geek, tudo culpa do meu avô que todas as semanas, à segunda-feira, me levava ao cinema à sessão da tarde no Fonte Nova. Depois vieram os vizinhos com as NES e as DreamCasts e o bichinho continuou. Adoro uma boa série de comédia que me faça rir, um filme de terror que me deixe assombrada para o resto do dia e um jogo que me tire o sono. Também faço Gameplays no YT e desabafo no Twitter onde... bem.... o que dizer? Vocês conhecem como funciona o Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *