Disney afronta Netflix ?

Depois de um longo período de incubação, a Disney apresentou ontem a imagem e nome para a sua (muito especulada) plataforma de streaming.

Bob Iger, Presidente e CEO da The Walt Disney Company, anunciou ontem o nome da especulada plataforma de streaming com o selo da casa do Rato Mickey. Se apostaste que seria Disney Play, perdeste. O novo serviço foi apelidado de Disney+, cujo logo podes ver na imagem de capa da notícia. Primeiras impressões?

De acordo com Iger, a plataforma de streaming será lançada no final de 2019 nos E.U.A. O seu custo ainda não foi divulgado, mas deverá ser dentro da janela dos da Netflix. Afinal, o gigante do streaming irá ser o seu principal concorrente. E é aqui que começam os problemas para a Disney. Os direitos de streaming de filmes como “Star Wars: O Despertar da Força” ou, o ainda por estrear, “Captain Marvel” já tinham sido vendidos antes da empresa embarcar nesta nova aventura. Por isso, agora o primeiro passo será recuperá-los.

Mas se pensas que o canal será só princesas e super-heróis, temos boas notícias. Com a finalização da compra da FOX, podes contar com conteúdos FX e National Geographic, aos quais se juntam a ESPN, Pixar e a parte da Hulu que pertence à Walt Disney Company. Iger afirmou ainda que os estúdios do Rato Mickey estavam entusiasmados por começar a trabalhar nos franchises de “Quarteto Fantástico” e “X-Men”. Sem esquecer, as multimilionárias sequelas de “Avatar“. A parte engraçada vai ser quando chegarem a “Deadpool“…

Lê Também:
5 Grandes questões sobre o acordo Disney-Fox

AS NOVIDADES+

Como já referimos aqui, a Marvel Studios irá lançar uma série live-action baseada em Loki, com Tom Hiddleston de volta ao icónico personagem. “Star Wars” também vai ter direito a não uma, mas duas séries live-action. A primeira já te apresentamos, “The Mandalorian“, escrita e produzida por Jon Favreau (“Homem de Ferro”; “O Livro da Selva”).

A grande novidade da plataforma de streaming, igualmente oriunda de uma galáxia muito distante, será a prequela de “Rogue One: Uma História de Star Wars“, que conta com o regresso de Diego Luna ao seu papel de Cassian Andor.

A Disney+ confirmou ainda um remake (live-action?) do clássico “A Dama e o Vagabundo”, uma série assente no seu sucesso musical “High School Musical” e outra em “Monstros e Companhia”, bem como outras longas-metragens ainda por anunciar.

Aderias a esta nova plataforma de streaming?

Inês Serra

Cresci a ir ao cinema, filha de pais que iam a sessões duplas...Será genético? Devoro livros e algumas séries. Fã incondicional do fantástico e do sci-fi. Gostaria de viver todos os dias com o mote Spielbergiano - "I dream for a living"

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *