Crédito editorial: Joe Seer / Shutterstock.com

Globos de Ouro podem estar perto de encontrar uma nova casa mas não é na televisão

Os Globos de Ouro continuam à procura de uma casa e a resposta pode implicar uma grande transição.

Nos últimos anos, os Globos de Ouro têm enfrentado um dos períodos mais desafiadores da sua história. Após a polémica envolvendo a falta de elementos não brancos no seu corpo de votantes e alegadas histórias de corrupção, a premiação procurou reinventar-se com uma entrega de prémios nas redes sociais, onde se destacou a vitória histórica de Michaela Jaé Rodriguez como Melhor Atriz  pela série “Pose” como a primeira atriz trans a vencer um Globo de Ouro.

Lê Também:   Óscar 2024 Melhor Realizador | Com “Oppenheimer” terá chegado finalmente a vez de Christopher Nolan?
“Os Fabelmans” © NOS Audiovisuais

No ano seguinte, os Globos voltaram à sua casa-mãe, a NBC, numa cerimónia apresentada por Jerrod Carmichael que não hesitou em abordar todas as polémicas da organização. A noite consagrou “Os Fabelmans” e “Os Espíritos de Inisherin” como os grandes vencedores do cinema, com “House of the Dragon”, “Abbott Elementary” e “The White Lotus” na televisão.

Em junho, os Globos de Ouro foram adquiridos pela Eldridge e pela Dick Clark Productions, que também detém a Penske Media Corporations e publicações como a Deadline ou Variety, levando a que a Hollywood Foreign Press Association (HFPA)  tenha sido formalmente dissolvida. De destacar, no entanto, que muitos dos membros da associação continuam a votar, sendo que 18 foram recentemente expulsos.

Lê Também:   Óscar 2024 Melhor Filme | Simplesmente Barbie vs Oppenheimer, ou algo mais?



Em entrevista à CNBC na última segunda-feira, Todd Boehly, CEO da Eldridge, comentou sobre os planos para o futuro destes novos Globos de Ouro, revelando que a premiação pode estar à beira de uma grande transformação, “Duvido que estaremos na NBC. Há uma grande transição em curso. O streaming está a tornar-se parte integrante do caminho que o mundo está a seguir”, disse Boehly no programa “Closing Bell”. “A flexibilidade que temos num ambiente de streaming é muito diferente do que podemos fazer numa transmissão tradicional. Acredito que vamos aproveitar essa flexibilidade.”

No entanto, o CEO não revelou que streaming ficará com os direitos da premiação, sendo que foi reportado que os Globos de Ouro estavam com dificuldades em conseguir uma nova emissora, já que redes como CBS, Fox, Netflix, Amazon, ABC/Disney+/Hulu, Apple TV+, Turner (dos canais TNT e TBS)  e até o Roku Channel rejeitaram a transmissão, além da NBC, que encerrou a sua parceria com a entidade no início de 2023.

Lê Também:   Óscares 2024 | São estes os candidatos da Neflix na categoria de Melhor Filme

Esta não é uma ideia fora do comum, uma vez que, este ano, o Screen Actors Guild Awards transmitiu a sua cerimónia no Youtube e de agora em diante, irá marcar presença na Netflix.

TRAILER | MICHAELA JAÉ RODRIGUEZ FEZ HISTÓRIA COM POSE

E tu, gostas dos Globos de Ouro? Em que emissora queres vê-los?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *