"Seleção Natural" de Aleta Rajič | ©Monstra Festival

MONSTRA EM CASA | Competição de Curtas 1, em análise

A MONSTRA EM CASA é uma audaciosa proposta da MONSTRA – Festival de Animação de Lisboa para conseguir garantir a concretização do Festival durante a crise da Pandemia do COVID-19. O festival regressou, desta vez através do online, a dia 25 de maio e prolonga-se até ao próximo dia 31. Por 5€ podem ser vistas aqui quatro secções competitivas de curtas. As longas-metragens, essas a MONSTRA espera poder exibir em sala ainda em 2020.

A edição de 2020 da MONSTRA assinalava um aniversário especial – a 20º ano de concretização do evento. Preparava-se assim uma seleção vasta, com convidados de todo o mundo, com datas iniciais entre 18 e 29 de março. A pandemia do COVID-19 exigiu uma reorganização e nasceu assim a MONSTRA EM CASA, uma selecção online composta por secções competitivas de curtas internacional, curtas de estudantes, curtíssimas e competição portuguesa.

Estas quatro secções competitivas são compostas pela exibição de 12 sessões, que compreendem um total de 169 filmes, disponíveis na plataforma Kinow. O resto do festival regressará à capital portuguesa no final de setembro, com a apresentação das longas-metragens.

Por agora temos direito a uma inovadora versão online, e começamos a explorá-la com as curtas constantes da sessão 1 de curtas internacionais. Este primeiro programa inclui trabalhos de Aleta Rajič, Donato Sansone, Charlotte Dossogne, Mykyta Lyskov, Max Hattler, Koji Yamamura, Skirmanta Jakaité, Cécile Brune e ainda do realizador português Pedro Brito. Analisamos agora esta primeira sessão composta por nove curtas-metragens e com uma duração total de 1h20. Bem-vindos à MONSTRA EM CASA!

1 de 9

1- “SELEÇÃO NATURAL” DE ALETA RAJIC (BÓSNIA-HERZEGOVINA, 2019, 10′) 

Monstra em Casa Seleção Natural
©MONSTRA

“Seleção Natural”, uma curta de 10 minutos sem diálogos, é a amostra ilustrativa daquilo que um registo deste género deve idealmente ser. Com claro princípio, meio e fim, esta obra funciona num crescendo e transporta-nos para um mundo díspar sobre o qual queremos saber mais e mais. Funciona neste formato curto e poderia ver-se expandido com a maior das facilidades.

Nesta obra que explora  de forma inventiva a relação entre o meio natural e o ser humano, e quiçá a sua aparente incompatibilidade à primeira vista, temos como protagonista uma “Mulher-Veado” que trabalha como peça de exposição profissional num museu, onde todos os dias se vê pendurada na parede antes de voltar à sua banal rotina quotidiana. Até quando?

“Natural Selection” é uma curta perfeita para iniciar uma jornada na MONSTRA EM CASA. Esta bela reflexão oriunda da Bósnia mune-se ainda de um outro trunfo – um magistral violoncelo que pauta toda a obra.

Classificação: 90/100

1 de 9
Têm acompanhado a MONSTRA EM CASA desse lado?

Lê Também:
MONSTRA EM CASA, o Festival de Animação online

Maggie Silva

Comunicadora de profissão e por natureza. Dependente de cultura pop, cinema indie e vítima da incessante necessidade de descobrir novas paixões. Campeã suprema do binge watch, sempre disposta a partilhar dois dedos de conversa sobre o último fenómeno a atacar o pequeno ou grande ecrã.

Maggie Silva has 344 posts and counting. See all posts by Maggie Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *