©2022 Lucasfilm Ltd. & TM. All Rights Reserved.

Andor, primeiras impressões

“Andor” introduz um novo estilo de série live-action em Star Wars. Os espiões estão no centro e a Rebelião está ainda a ser fomentada. A prequela de “Rogue One” está aqui e Diego Luna regressa ao seu papel de Cassian Andor.

Contra a maioria das previsões “Rogue One” foi um completo sucesso – 20º filme de maior bilheteria de todos os tempos. Um sentimento de urgência, ação e tensão de agarrar ao ecrã, um final conhecido mas a história por detrás para desvendar e personagens carismáticas e marcantes foram alguns dos pontos altos que marcaram o primeiro filme live-action de Star Wars que estreou isolado de qualquer trilogia.

Com os rumores a começarem em 2017, foi a Novembro de 2018 que foi anunciado que a Disney e a Lucasfilm estavam a desenvolver uma série live-action de Star Wars para a plataforma Disney+, intitulada de “Andor”. A nova série foi descrita como um thriller de espiões e seria uma prequela do filme spin-off, “Rogue One” (2016). Criada por Tony Gilroy, “Andor” seguirá o espião rebelde Cassian Andor durante os cinco anos anteriores aos eventos do filme, durante o tempo em que uma Aliança Rebelde está a formar-se em oposição ao Império Galáctico.

SUBSCREVE JÁ À DISNEY+

Lê Também:
O Livro de Boba Fett, primeira temporada em análise

Diego Luna regressa ao seu papel como Cassian Andor, atuando ainda como produtor executivo. Nos papéis principais temos ainda as estrelas Genevieve O’Reilly como Mon Mothma (co-fundadora e líder da Aliança Rebelde), Stellan Skarsgård interpreta o misterioso Luthen Rael, Adria Arjona como Bix Caleen (amiga de Cassian), Denise Gough dá vida a Dedra Meero (uma oficial imperial de alto escalão), Kyle Soller é Syril (também ele um oficial imperial determinado a parar a rebelião de Andor) e Fiona Shaw no papel de Maarva (uma mãe adotiva de Cassian). Além disso, Forest Whitaker volta a encarnar outra das personagens favoritas apresentadas em “Rogue One”, o impressionante Saw Gerrera – um veterano das Clone Wars e líder de um grupo insurgente militante, os Partisans.

Mas será que com a prestação do filme “Han Solo: Uma História de Star Wars”, baseado numa personagem tão amada, a ficar aquém do esperado, poderá “Andor”, que se centra praticamente num desconhecido, vingar e convencer o público? O que dizem os primeiros quatro episódios da série, que a MHD teve acesso?

Star Wars Andor Nurchi (Raymond Anum), Vetch (Ian Whyte)
©2022 Lucasfilm Ltd. & TM. All Rights Reserved.

Rogue One” trouxe uma abordagem mais humana a este universo, com espionagem e guerrilha a substituírem os sabres de luz e o sobrenatural. E “Andor” segue nos mesmos passos centrando-se sempre em esforços humanos que lutam contra forças incalculáveis. Existe na nova série um aliar de nomes conhecidos e de “peso”, mas que têm ainda muito para aprofundar – como o protagonista Cassian e também Mon Mothma e Saw Gerrera, para além das novas adições que cativam à partida – desde Luthen Rael, a Bix Caleen e claro o novo droid B2EMO.

Em termos visuais, “Andor” transpira um estilo cyberpunk vagamente lembrando “Blade Runner”, mas assemelhando-se muito ao que vimos em partes da série “Obi-Wan” e que encaixa lindamente no universo Star Wars. O planeta onde encontramos Cassian faz lembrar os locais onde encontramos Cal Kestis em “Star Wars Jedi: Fallen Order” ou Rey em “Star Wars: O Despertar da Força”, basicamente planetas de ferro velho explorados pelo Império. B2EMO a passear no meio da tralha leva-nos automaticamente a memória para “WALL-E” a passear pelo desolado planeta Terra.

Star Wars Andor Mon Mothma - Genevieve O'Reilly
©2022 Lucasfilm Ltd. & TM. All Rights Reserved.

Os dois primeiros episódios da série sofrem de um ritmo demasiado lento. Percebe-se no entanto que há um investir na construção da narrativa e das personagens, formando-se uma rede que depois se começa a expandir. É preciso ainda realçar que “Andor” se distingue muito de “The Mandalorian” por exemplo, sendo uma delas uma série de ação e a outra um thriller de espionagem, cujos estilos e ritmos são bem distintos.

A introdução de Luthen Rael é uma lufada de ar fresco que causa um splash não só na vida de Cassian como no momeuntum da série. Assistimos a um pico no terceiro episódio, seguido de uma expansão no quarto episódio, que põem uma nova engrenagem na série e nos envolvem muito mais.

Star Wars Andor Sergeant Mosk (Alex Ferns)
©2022 Lucasfilm Ltd. & TM. All Rights Reserved.

E o que esperamos da série? Com Cassian, o espião que vira herói, esperamos acompanhar toda a sua jornada desde o seu planeta natal, a vida com Maarva, o encontro com Luthen Rael e o momento em que tudo muda e Cassian se desenvolve num rebelde de nome de código Fulcrum. Cassian é previsto ocupar um lugar de relevo, ao lado de Han Solo e Poe Dameron, partilhando as três personagens muitas características que no final se complementam em nos expor a alma de um sobrevivente, de um rebelde e de um herói.

Esperamos ainda ver muito mais sobre Mon Mothma, a líder da Rebelião da qual não sabemos quase nada, e como ela passou de senadora da República a fundadora da queda do Império. E também do controverso, anti-herói Saw Guerrera, do seu grupo rebelde mais radical e impiedoso e do impacto que estes tiveram na luta contra Palpatine.

Star Wars Andor Cassian Andor
©2022 Lucasfilm Ltd. & TM. All Rights Reserved.

A primeira temporada de “Andor” está programada para estrear no Disney+ a 21 de Setembro de 2022, com os três primeiros dos seus doze episódios. O resto dos episódios será lançado semanalmente até 23 de Novembro. Inicialmente programada para ter cinco temporadas, o tamanho da série foi repensada para três, até finalmente se confirmar que uma segunda temporada de doze episódios está em desenvolvimento, que concluirá a série e levará aos eventos de “Rogue One”.

TRAILER | CHEGA UMA ALTURA QUE DIZEMOS BASTA À OPRESSÃO!

Qual a estreia Star Wars pelo qual estás mais ansioso? 

Emanuel Candeias

Graduado em Hogwarts, foi head-boy de Ravenclaw. Aventurou-se durante uns tempos pela Middle-Earth e por Westeros, tendo feito grandes amizades na House Stark e com os elfos de Lothlórien. De forma a aprofundar os seus conhecimentos contactou grandes mentes como Doctor Banner, Doctor Strange e chegou mesmo a viajar com Doctor Who. Dedicou-se durante uma temporada a fortalecer a sua espiritualidade em Konoha, onde aprendeu com os mestres Goku e Naruto. Neste momento encontra-se perdido no Matrix. O seu sonho é vir a ingressar na Starfleet.

Emanuel Candeias has 261 posts and counting. See all posts by Emanuel Candeias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.