©NOS Audiovisuais

Pixar revela novidades sobre os próximos projetos no Disney+

A Disney e a Pixar vão olhar para o futuro ao trazer alguns dos seus mais populares títulos de volta ao grande ecrã.

Tanto a Disney como a Pixar são dois dos maiores estúdios de animações do mundo, com um grande número de clássicos que atingem várias gerações. No entanto nos últimos anos, em particular devido à pandemia, alguns dos seus recentes filmes originais não tiveram um enorme sucesso nos cinemas, sendo que até alguns desses títulos passaram logo para streaming devido à situação global, como “Luca”, com as vozes de Jacob Tremblay (“Wonder – Encantador”, “Quarto”), Jack Dylan Grazer (“Shazam! Fúria dos Deuses”, “It: Capítulo 2”) e Emma Berman (“SuperKitties”, “Star Wars: As Aventuras dos Jovens Jedi”), ou “Soul – Uma Aventura com Alma”, com as vozes de Daveed Diggs (“Hamilton”, “A Pequena Sereia”), Jamie Foxx (“Django Libertado”, “Baby Driver – Alta Velocidade”) e Tina Fey (“Mistério em Veneza”, “Uma Noite Atribulada”).

Soul disney+ critica
“Soul – Uma Aventura com Alma” | © Disney
Lê Também:   Os melhores filmes de animação da Disney

Ainda no início de 2024, o CEO da Disney, Bob Iger, fez algumas revelações sobre o futuro da Disney e que projetos podem ser esperados. Nessa altura foi revelado que o estúdio iria focar-se em sequelas e franchises, até mesmo colocando um travão nas séries da Marvel, por isso pondo de lado histórias originais. Foi nesta altura que foram apresentadas as sequelas para vários filmes de animação, como “Moana 2”, ou “Vaiana 2” em português, que já recebeu um trailer e é esperado que chegue ao grande ecrã no final do ano contando com Dwayne ‘The Rock’ Johnson (“Black Adam”), Auli’i Cravalho (“Mean Girls”) e Lin-Manuel Miranda (“Ao Ritmo de Washington Heights”), “Zootopia 2”, um terceiro “Frozen”, e até um novo capítulo de “Toy Story”.


Disney e Pixar apostam no fator nostalgia para o futuro das suas animações.

Agora a Pixar também vai seguir os mesmos passos do que a sua empresa mãe. Numa entrevista com a Bloomberg, o presidente do estúdio de animação revelou está a considerar fazer reboots de algumas das suas mais populares franchises, como “The Incredibles – Os Super-Heróis” ou “À Procura de Nemo”. Contudo estes não iriam para a plataforma de streaming Disney+, mas sim para os cinemas. Isto também devido à crescente curiosidade da sequela de “Divertida-Mente”.

à procura do nemo pixar
© 2003 – Buena Vista Pictures

Jim Morris, presidente da Pixar, confessou: “Eu espero que não lancemos mais nenhum filme no Disney+. (…) Se fizermos mais coisas para o Disney+ devem ser séries”.

Lê Também:   Os Melhores Filmes da Pixar

Ambos os estúdios querem levar pessoas para os cinemas e não estarem tão dependentes de plataformas de streaming para verem filmes, e por isso vão apostar no fator de nostalgia.

Gostarias de ver mais filmes destas populares sagas de animação?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *