Bill Skarsgard como Pennywise |©Warner Bros.

Halloween | 30 Filmes para assinalar a data

O Halloween, o Dia das Bruxas, é uma das celebrações pagãs mais celebradas em todo o mundo. De origem celta, mas abraçada com maior ênfase atualmente pela cultura anglo-saxónica, a temática do Halloween domina o mês de outubro, culminando na noite de 31 de outubro. Em Portugal, o feriado torna-se cada vez mais popular com a passagem dos anos. Temos também a sorte de ter um feriado no dia 1.

Por isso, e se procurares um plano mais caseiro para a Noite das Bruxas, fica então com esta lista de 30 títulos indicados para uma sessão de cinema neste Halloween. Todos estes títulos estão disponíveis ou em plataformas de streaming ou em DVD ou VOD em território nacional.

Procuramos assim sugerir um conjunto de títulos que possam ser encontrados em múltiplas plataformas a nível nacional. Recordamos que a plataforma de streaming Netflix dedicou uma secção do seu portal ao Halloween, intitulada “Netflix and Chills”, a qual recuperaremos para garantir assim alguns dos nomes nesta lista. Outros filmes surgirão a partir de fontes diversas.  Tudo para a noite perfeita de Halloween!

1 de 30

IN THE TALL GRASS  (2019)

Halloween
In the Tall Grass (2019) |©Netflix

Começamos esta galeria com um filme que a Netflix lançou este ano, tendo em mira precisamente esta época festiva. “In the Tall Grass” (2009) é realizado por Vincenzo Natali (realizador de um dos excertos de “Paris, Je T’Aime”, de 2006),  e baseia-se num romance de Stephen King.

Aqui, uma mulher grávida e o seu irmão ouvem os gritos de uma criança e deslocam-se até um campo com ervas altas e impenetráveis, onde uma força implacável e sinistra os desorienta e separa. Conta com Laysla De Oliveira, Avery Whitted e Patrick Wilson nos papéis principais.

Para acrescentar à longa lista de adaptações de Stephen King de momento nos cinemas e videoclubes, como os filmes “It”, capítulos 1 e 2, bem como “Doutor Sono“, que estreia a 31 de outubro.

1 de 30

Maggie Silva

Comunicadora de profissão e por natureza. Dependente de cultura pop, cinema indie e vítima da incessante necessidade de descobrir novas paixões. Campeã suprema do binge watch, sempre disposta a partilhar dois dedos de conversa sobre o último fenómeno a atacar o pequeno ou grande ecrã.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *