Crédito editorial: Featureflash Photo Agency / Shutterstock.com

Meryl Streep e o marido Don Gummer afinal já vivem separados há alguns anos

Recentemente, foi revelado que Meryl Streep e o seu marido não fazem vida em conjunto há muito mais tempo do que se poderia imaginar.

A icónica atriz Meryl Streep, de 74 anos, e o consagrado escultor Don Gummer, de 76 anos, viviam uma das relações mais duradouras de Hollywood. Com quatro filhos criados, sendo eles o cantor e compositor Henry Wolfe, de 43 anos, e as atrizes Mamie Gummer, de 40, Grace Gummer, de 37, e Louisa Jacobson, de 30, o casal viveu uma longa história de amor.

Todavia, segundo a porta-voz oficial da estrela, esse conto de fadas chegou ao fim, mas não foi só agora, “Don Gummer e Meryl Streep vivem separados há mais de 6 anos e, embora continuem a ter carinho um pelo outro, optaram por vidas distintas”.

Lê Também:   Óscar Melhor Atriz | O que dizem as previsões sobre Margot Robbie e a sua Barbie?

Esta notícia causa algum estranhamento, até porque no dia 20 de outubro, Streep foi vista nos Prémios Princesa das Astúrias, ainda a usar a sua aliança. Todavia, a última vez que o casal foi visto junto em público foi mesmo nos Óscares de 2018 onde a atriz estava nomeada como Melhor Atriz por “The Post”, de Steven Spielberg.

Streep e Gummer conheceram-se em 1978, pouco tempo depois da trágica e precoce morte do namorado de Streep, o ator John Cazale, devido a um cancro de pulmão. O casal foi apresentado por Harry, irmão de Streep. Logo, parecem ter-se entendido porque acabariam por casar naquele mesmo ano.

Lê Também:   Óscar 2024 Melhor Filme | Simplesmente Barbie vs Oppenheimer, ou algo mais?

Quando questionada sobre o segredo do seu longo casamento, Streep disse à Vogue em 2002, “Boa vontade e disposição para ceder, e para ficar em silêncio de vez em quando”, dizendo que “Não há um mapa para criar uma família: é sempre uma negociação enorme. Mas tenho uma necessidade holística de trabalhar e de ter laços de amor na minha vida”.




O casal manteve-se sempre fora dos holofotes, levando uma vida bastante discreta, mas foram presença constante nas cerimónias do Óscar onde a atriz detém um histórico recorde de 21 nomeações, tendo já ganho três.

© Canal Cinemundo

Quando ganhou o seu terceiro Óscar por “A Dama de Ferro”, Streep aproveitou a oportunidade para adereçar o marido, começando o seu discurso com “Primeiro, vou agradecer ao Don porque quando agradeço ao meu marido no final do discurso, começam a tocar música para o tirar de cena. Quero que ele saiba que tudo o que mais valorizo nas nossas vidas, foste tu que me deste”.

Neste momento, este é o maior período entre nomeações para o íman da Academia que é Meryl Streep. Ultimamente, a atriz não tem tido uma presença tão marcante no cinema. A última vez que foi vista no grande ecrã foi em “Don’t Look Up” (2021), de Adam McKay. No entanto, Streep não parou de trabalhar e deu que falar este ano na terceira temporada de “Only Murders in the Building”.

Lê Também:   73º Aniversário de MERYL STREEP | O melhor de cada década

O Óscar pode não estar no seu futuro, mas certamente que não lhe escapará uma nomeação ao Emmy pela sua participação nesta comédia que terá uma quarta temporada.

TRAILER | MERYL STREEP CANTA E ENCANTA EM ONLY MURDERS IN THE BUILDING

E tu, estavas à espera desta notícia? És fã da atriz?



Também do teu Interesse:


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *