"Joker: Folie à Deux" | © Cinemundo

De Óscares a Joker, grandes filmes a não perder em 2024

Desde nomeados para os Óscares até à sequela de “Joker,” há muito para apreciar nas salas de cinemas nacionais em 2024. Entre esta semana e o fim do ano, temos grandes filmes para todos os gostos.

Com o culminar da temporada de prémios no horizonte, já é altura de começar a pensar no ano cinematográfico de 2024. Parece ser um ano tão rico como o anterior, uma autêntica caixinha de tesouros. Tanta é a fartura que limitar uma lista a só dez títulos é difícil. Ou seja, antes de enumerarmos a dezena mais prometedora do calendário, há muitas menções honrosas a fazer. Pensemos na beleza africana de “Banel et Adama” que competiu pela Palme d’Or. Também estreado em Cannes, temos “Rapito” de Marco Bellocchio, onde se propõe um fresco angustiante sobre o tratamento do povo judaico nos Estados Papais do século XIX.

Lê Também:   76º Festival de Cannes | Rapito: A Conversão de Marco Bellochio

Em maio, “O Sabor da Vida” vem dar um gosto gastronómico ao cinema francês, enquanto “How to Have Sex” apresenta provocação salaz com um elenco tão jovem quanto extraordinário. Mas nem todo o melhor cinema passa primeiro em Cannes. “Priscilla,” por exemplo, maravilhou em Veneza, onde arrecadou a Taça Volpi de Melhor Atriz para a nova obra-prima de Sofia Coppola. Havia quem tivesse esperanças que o título viesse a competir por Óscares, mas não aconteceu. O mesmo se passou com outros grandes filmes que ainda vão estrear em Portugal nos próximos meses. Há a tragédia de “The Iron Claw” e a animação polaca “Em Nome da Terra,” por exemplo.

grandes filmes 2024 priscilla
“Priscilla” | © NOS Audiovisuais

Além desses, temos tantas outras delícias à nossa espera no calendário de estreias. “The Great Escaper” traz-nos as últimas prestações de Michael Caine e Glenda Jackson. “Bonecas em Fuga” mostrar-nos-á como Ethan Coen se desenvencilha sem o irmão e o novo filme da série “O Planeta dos Macacos” também vem aí. Nessa linha do blockbuster, “The Fall Guy,” “Tornados,” “Wicked: Parte 1” e “Gladiador 2” são outros títulos a considerar. Para amantes do polémico autor, há que se considerar ainda “O Palácio” de Roman Polanski. Ai, há tanto cinema no horizonte que a mente se deixa levar pela folia cinéfila – que maravilha.

Lê Também:   LEFFEST ’23 | Priscilla, a Crítica

Passando à frente, com todas as menções honrosas feitas, vamos lá mergulhar nas profundezas do top 10. Ao invés de os listarmos por ordem de antecipação, simplesmente estão postos pela data de estreia. Por isso mesmo, não incluímos títulos sem data de estreia estabelecida. Ou seja, não há aqui “Mickey 17” de Bom Joon-ho, ainda à espera de um dia certo para chegar às salas. Quiçá venha a competir em algum festival sonante. Depois desse rito na Riviera Francesa, lá saberemos melhor quando o poderemos ver. Fazemos figas para que seja brevemente.

granes filmes a nao perder 2024 mickey 17
“Mickey 17” | © Warner Bros.

Enfim, o primeiro título a merecer especial destaque nesta lista de dez é…




QUATRO FILHAS, Kaouther Ben Hania

quatro filhas grandes filmes a nao perder 2024
© Nitrato Filmes

Estreia dia 22 de fevereiro, com distribuição da Nitrato

Qual híbrido entre o documentário e a ficção, esta fita tunisina usa o engenho dramático para perscrutar as verdades secretas no seio familiar. Pelo caminho, forma-se um retrato multifacetado das suas figuras reais, especialmente a matriarca cheia de complexidades e contradições, força e vulnerabilidade, quiçá até alguma violência. Em iguais partes, trata-se de um exercício estimulante e aterrador. Depois de competir em Cannes, a obra tornou-se no representante do seu país para o Óscar de Melhor Filme Internacional. Apesar de não ter conseguido essa tão desejada nomeação, o trabalho de Kaouther Ben Hania conquistou outra honra – indicação para o Prémio da Academia de Melhor Documentário.

Lê Também:   The Man Who Sold His Skin, em análise | Melhor Filme Internacional

Outro nomeado que estreia no mesmo dia das “Quatro Filhas” é “A Sala dos Professores,” entrada alemã para os Óscares.




DUNA: PARTE DOIS, Denis Villeneuve

grandes filmes a nao perder 2024 dune duna parte dois
© Cinemundo

Estreia 29 de fevereiro, com distribuição da Cinemundo

A greve dos argumentistas e atores de Hollywood levou ao adiar de várias estreias, entre elas a de “Dune – Duna: Parte Dois.” A sequela ao épico arenoso de Denis Villeneuve passou assim a ser um filme de 2024, chegando às salas com muito furor e expetativas tão altas como um arranha-céus. As primeiras reações da crítica prometem um espetáculo à escala monumental, com maior ênfase em algumas das personagens menos beneficiadas pela narrativa do primeiro filme. Destacam-se Zendaya e Rebecca Ferguson, assim como vários membros do elenco que só aparecem nesta segunda parte – Léa Seydoux, Christopher Walken, Florence Pugh, Austin Butler e Anya Taylor-Joy. Ainda estamos na antecipação dos Óscares deste ano, mas “Duna” já se afirma como favorito para o ano que vem.

Lê Também:   Dune - Duna, em análise

Além disso, se os resultados de bilheteira forem promissores, podemos estar a caminho de mais um filme deste universo literário com realização de Denis Villeneuve.




CULPADO – INOCENTE – MONSTRO, Hirokazu Kore-eda

grandes filmes a nao perder 2024 monster inocente culpado monstro
© Midas Filmes

Estreia dia 7 de março, com distribuição da Midas Filmes

No seu mais recente trabalho, o mestre japonês Hirokazu Kore-eda continua a explorar as ambivalências da moralidade e ordem social do seu país. O que está certo e errado dependem da perspetiva pessoal, sendo que a verdade absoluta se deixa transformar pelo ponto de vista com que é observada. Por isso mesmo, o filme conta-se três vezes, cada passagem seguindo um protagonista diferente. Mais do que um exercício ao estilo “Rashomon,” este seu “Culpado-Inocente-Monstro” foca-se em temas de alienação e busca um estudo de personagem profundamente humanista. A estrutura está sintonizada com um jogo psicológico mais do que com a vontade de surpreender o espetador. Comovente até dizer chega, a obra ganhou a Queer Palm em Cannes, assim como o Prémio para Melhor Argumento.

Lê Também:   76º Festival de Cannes | Os monstrinhos de Kore-Eda

“Culpado-Inocente-Monstro” também merece destaque por conter a última banda-sonora composta por Ryuichi Sakamoto antes da sua morte. Fãs do génio musical também poderão apreciar o documentário “Opus,” sobre um dos seus derradeiros concertos – tem estreia este ano em Portugal.




LOVE LIES BLEEDING, Rose Glass

love lies bleeding grandes filmes a nao perder 2024
© NOS Audiovisuais

Estreia dia 14 de março, com distribuição da NOS

Depois do assombro que foi “Saint Maud,” muitos eram os cinéfilos em antecipação tremenda pelo novo trabalho da realizadora Rose Glass. As primeiras notícias e imagens de “Love Lies Bleeding” foram, por isso, recebidas com muito entusiasmo. Dito isso, são as reações da crítica e audiências de festival em Sundance e Berlim que mais despertam o nosso interesse. Entre o erotismo romântico em vertente queer e exploração do físico enquanto objeto cinematográfico, a nova fita da cineasta promete dar que falar. Para fãs de Kristen Stewart, a obra deverá ser especialmente deliciosa, com mais uma aclamada prestação, mesmo que o maior holofote recaia sobre outra estrela – a lutadora Katy O’Brian. Outros nomes aliciantes no elenco incluem Ed Harris, Jena Malone e Dave Franco.

Lê Também:   MOTELx ’20 | Saint Maud, em análise




HIT MAN, Richard Linklater

grandes filmes a nao perder 2024 hit man
© NOS Audiovisuais

Estreia dia 18 de abril, com distribuição da NOS

Estreado em Veneza e depois passado em festivais como o TIFF e o LEFFEST, “Hit Man” despertou o interesse do público e da crítica, surpreendendo com sua sensualidade, comédia e prestações carismáticas. Tanto assim foi que houve grande alvoroço quando o filme de Richard Linklater foi comprado pela Netflix, limitando as suas chances de distribuição em sala em alguns territórios. Entenda-se que este é um filme que merece ser visto no grande ecrã, na companhia de uma audiência com quem partilhar risadas e emoções fortes. Trata-se de uma ficcionalização de história real, sobre um professor de Filosofia que trabalha para a polícia em part-time, fingindo ser um assassino contratado para aliciar civis à autoincriminação. Nesse papel, Glen Powell é uma revelação, mostrando ter tudo o que é preciso para ser uma estrela de alto nível e gabarito. Aliás, ele até ajudou Linklater na escrita do argumento.

Lê Também:   LEFFEST '23 | Hit Man, a Crítica




CHALLENGERS, Luca Guadagnino

challengers grandes filmes a nao perder 2024
© Cinemundo

Estreia dia 25 de abril, com distribuição da Cinemundo

Zendaya teve muito azar com as greves que abalaram Hollywood em 2023. Não só a estreia de “Duna” foi adiada, mas também a de “Challengers,” que era suposto abrir o Festival de Veneza no Verão passado. Essa é a mais recente façanha de Luca Guadagnino, realizador famoso pelas suas explorações epicúrias sobre o desejo e a euforia, desde “Chama-me Pelo Teu Nome” ao terror de “Suspiria.” No novo drama desportivo, ele irá relatar a trama de três tenistas num triângulo amoroso, mantendo-se fiel ao erotismo típico do seu cinema. A juntar-se a estão Josh O’Connor – o jovem Carlos em “The Crown” – e Mike Faist – tão memorável como o Riff de “West Side Story.” Entre o calor do corpo e a frieza do intelecto, da manipulação, este será uma experiência empolgante, disso não há dúvidas.

Lê Também:   LEFFEST ’17 | Chama-me Pelo teu Nome, em análise

Curiosamente, o argumento de “Challengers” foi escrito por Justin Kuritzkes, marido de Celine Song. Ela encontra-se nomeada ao Óscar por “Vidas Passadas,” onde se deixa levar pela autoficção noutra história de triângulos amorosos.




PEDÁGIO, Carolina Markowicz

pedagio grandes filmes a nao perder 2024
© Alambique

Estreia dia 6 de junho, com distribuição da Alambique

Não há nada como o amor de mãe, mas nem sempre o amor equivale a sabedoria ou bondade. Por vezes, o amor pode ser uma força destrutiva, conduzida pelo preconceito e outros fatores que tais. “Pedágio” considera uma situação dessas, observando o dia-a-dia de uma trabalhadora das portagens e mãe solteira de um jovem queer no Brasil contemporâneo. Religiosa e cheia de ansiedades, ela força o adolescente a ir à terapia de conversão, tendo fé que Cristo o transformará. Entre o que está certo e errado há muitas gradações de cinzento, não havendo nada mais complicado que a missão de alguém desesperado na tentativa de proteger quem mais ama. Com prestações brilhantes e estranhos rasgos de humor, “Pedágio” é uma obra essencial para quem quer que se diga fã do cinema brasileiro.

Lê Também:   Retratos Fantasmas, a Crítica

Para audiências portuguesas também há presença lusitana na equipa. Num papel secundário, mas importante, Isac Graça é um dos pontos altos do filme.




DIVERTIDA-MENTE 2, Kelsey Mann

divertida mente 2 inside out grandes filmes a nao perder 2024
© NOS Audiovisuais

Estreia dia 13 de junho, com distribuição da NOS

O primeiro “Divertida-Mente” é um dos melhores filmes da Pixar, explorando uma visão alegórica da psique humana ao mesmo tempo que vinga enquanto aventura e drama familiar. Tão bom é aquele argumento de 2015 que estamos meio receosos que a sequela não lhe chegue aos calcanhares. Contudo, a equipa reunida para o projeto parece promissora e a premissa dá confiança. Afinal, para este tipo de narrativa, não será a adolescência a melhor forma de abalar tudo e despontar nova história? Além disso, vêm aí novas personagens-emoções, a começar pela Ansiedade com um design estrambólico e voz de Maya Hawke no original anglófono. Assim sendo, mal podemos esperar pela montanha-russa sentimental que nos espera, pelas lágrimas e pelas gargalhadas, pela redenção e a catarse.

Lê Também:   Divertida-Mente, em análise




LA BÊTE, Bertrand Bonello

la bete the beast grandes filmes a nao perder 2024
© Alambique

Estreia dia 4 de julho, com distribuição da Alambique

No ano passado, duas adaptações da mesma história de Henry James chegaram ao circuito dos festivais. Para maior das coincidências, eram também duas produções francesas cujos autores retorceram o texto original a belo prazer. No seu “La Bête dans la Jungle,” Patric Chiha repensou o conto existencialista de 1903 para os clubes noturnos da Paris dos anos 80 e 90. Bertrand Bonello foi ainda mais longe, quebrando a tese de James em três cronologias, dedicando-se assim a uma espécie de tapeçaria da reencarnação, com filme de época, narrativa moderna e ficção-científica suturadas umas às outras. O resultado é um cinema louco, onde se dá asas à imaginação e se repensa o tema do amor e da réplica, com bonecas e ciborgues, com cenas de morte poética, momentos slasher e um grito inesquecível lá para o fim. Quem é fã de filmes desafiadores não pode perder.

Lê Também:   Queer Lisboa ’23 | La Bête dans la Jungle, a Crítica

Léa Seydoux protagoniza o filme, dando vida a três papéis distintos. 2024 será um grande ano para a atriz francesa. Afinal, ela também terá o já mencionado “Dune – Duna: Parte Dois.”




JOKER: FOLIE À DEUX, Todd Phillips

joker folie a deux grandes filmes a nao perder 2024
© Cinemundo

Estreia dia 3 de outubro, com distribuição da Cinemundo

O primeiro “Joker” deve muito ao cinema de Martin Scorsese, sendo fortemente inspirado por “Taxi Driver” e “O Rei da Comédia.” Para a sequela, Todd Phillips terá continuado a explorar a filmografia desse mestre do cinema, mas desta vez foi a um dos seus trabalhos mais menosprezados. Será este novo “Joker” a resposta moderna ao “Nova Iorque, Nova Iorque” de Scorsese, um romance tóxico com traços de musical com uma estrela multifacetada como sua atriz principal. Será ela Lady Gaga como Harley Quinn, traçando o desabrochar do amor de manicómio, a perturbação e a metamorfose de uma mente médica em super-vilã extraordinária.

Lê Também:   Joker, em análise

As imagens que vimos até agora prometem um dueto enlouquecido, oscilando entre estilos e registos. Até já se viu uma foto onde o filme parece transformar-se em homenagem aos musicais clássicos de Fred Astaire e Ginger Rogers. Ninguém está preparado para o que vem aí.

joker folie a deux grandes filmes a nao perder 2024
© Cinemundo

Quais são os filmes que mais queres ver em 2024? Partilha os teus favoritos nos comentários.


Também do teu Interesse:


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *