© Fred Duval via ShutterStock (ID: 2331014089)

“Não há Ken sem Barbie” | Ryan Gosling critica a exclusão de Margot Robbie e Greta Gerwig nos Óscares

Em comunicado oficial, Ryan Gosling reagiu à sua nomeação aos Óscares por interpretar Ken. O foco do ator acabou por ser a exclusão de Margot Robbie e Greta Gerwig.

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas revelou as suas nomeações para as 23 categorias dos Óscares 2024 e a grande notícia vinda delas parece ter sido o desempenho de “Barbie”, um dos grandes favoritos à estatueta dourada.

Lê Também:   Calendário da Award Season 2023/2024 | Todas as datas, links e cerimónias

Reconhecido em 8 categorias diferentes, ninguém pode dizer que o fenómeno de Greta Gerwig foi mal-amado pela Academia.

No entanto, os lugares onde falhou podem contar uma história diferente, como destaca Ryan Gosling.

© Cinemundo

Nomeada em bons percursores como os Golden Globes, Critics’ Choice e o Directors Guild of America Awards, Gerwig acabou por sofrer o destino de Denis Villeneuve (“Duna”) ou Martin McDonagh (“Três cartazes à beira da estrada“) e ficar de fora da lista final das nomeações. O mesmo aconteceu a Margot Robbie, que marcou presença nos quatro percursores principais das categorias de representação, e terminou por ser esquecida na categoria de Melhor Atriz.

Lê Também:   Óscares 2024 | Já são conhecidos os nomeados e há surpresas

Apesar de terem falhado as suas categorias principais, nem Gerwig nem Robbie passaram em branco em termos de reconhecimento pelo seu trabalho em “Barbie”. Greta Gerwig está nomeada para a categoria de Melhor Argumento Adaptado, juntamente com o seu marido Noah Baumbach.

Por sua vez, Margot Robbie faz parte da lista de produtores distinguidos por “Barbie” na categoria de Melhor Filme, a par de David Heyman, Robbie Brenner e o  seu marido Tom Ackerley.

Ryan Gosling, nomeado ao Óscar por interpretar Ken, não deixou de criticar a exclusão da protagonista da história e da sua realizadora através de um comunicado oficial.


“NÃO HÁ FILME DA BARBIE SEM GRETA GERWIG E MARGOT ROBBIE”

© Warner Bros. Entertainment

Gosling diz sentir-se “extremamente honrado por ter sido nomeado pelos seus colegas ao lado de artistas tão notáveis num ano de tantos filmes excelentes. E nunca pensei que diria isto, mas também estou incrivelmente honrado e orgulhoso por retratar um boneco de plástico chamado Ken”.

Todavia, o nomeado ao Óscar realça que “Não há Ken sem Barbie, e não há filme da Barbie sem Greta Gerwig e Margot Robbie, as duas pessoas mais responsáveis por este filme histórico e mundialmente celebrado. Nenhum reconhecimento seria possível para qualquer pessoa no filme sem o seu talento, coragem e genialidade”.

Lê Também:   Óscar Melhor Ator Secundário | Robert Downey Jr. vs. Ryan Gosling no grande duelo Barbenheimer do ano

Ryan Gosling afirma ainda: “Dizer que estou decepcionado por elas não terem sido nomeadas nas suas respectivas categorias seria um eufemismo. Contra todas as probabilidades, com nada além de um par de bonecos sem alma, com pouca roupa e, felizmente, sem virilhas, elas fizeram-nos rir, partiram os nossos corações, impulsionaram a cultura e fizeram história. O seu trabalho deve ser reconhecido junto com os outro nomeados muito merecedores”.

Gosling termina dizendo que está muito feliz por “America Ferrera e pelos outros artistas incríveis que contribuíram com o seu talento para tornar este filme tão inovador”.

E tu, estás satisfeito com as nomeações aos Óscares? Concordas com Ryan Gosling?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *