"Era Uma Vez em... Hollywood" | © Big Picture Films

12 Potenciais Candidatos ao Óscar de 2020

Será que ainda é muito cedo para falarmos de potenciais candidatos ao Óscar de 2020?

A verdade é que parece que nunca é demasiado cedo para começarmos a ficar atentos a possíveis candidatos à estatueta mais famosa de Hollywood. Aliás um destes títulos estreia esta semana, por isso talvez não nos estejamos a antecipar assim tanto…

Lê Também:
Óscares 2019 | E os grandes vencedores são...

A corrida de 2020 poderá trazer nomes de peso como Martin Scorsese, Quentin Tarantino ou Danny Boyle. Como também alguns cineastas que têm vindo a ganhar destaque: Greta Gerwig e Jordan Peele. O que poderá tornar a 92ª Cerimónia um bocadinho mais interessante do que a anterior…

tarantino, grewig, scorsese, peele
Será algum destes cineastas o grande vencedor de 2019?

Alguns dos temas são algo coincidentes, podendo originar potenciais – e igualmente inesperados – candidatos. E, o lote de potenciais atores e atrizes nomeados poderá vir a ter três recorrentes deste último ano.

Vamos então analisar estes 12 potenciais candidatos aos Óscares de 2020:




NÓS (“US”)

Nós

Depois de ter ganho o Óscar de Melhor Argumento Original por “Foge,” bem como uma nomeação para Melhor Filme e Melhor Realização, Jordan Peele está de volta com um novo pesadelo. Intitulado “Nós,” este é um dos potenciais candidatos que, por estrear muito antes da ‘awards season,’ corre o risco de ser ignorado. Embora não acreditemos verdadeiramente que tal possa acontecer.

Para além de Peele, o elenco é igualmente interessante, sendo liderado pela dupla feminina de peso Lupita Nyong’o (“Black Panther“) e Elisabeth Moss (“The Handmaid’s Tale“).




A BEAUTIFUL DAY IN THE NEIGHBORHOOD

Tom Hanks e Matthew Rhys

O documentário sobre Mister Rogers, “Won’t You Be My Neighbor?,” foi uma das produções que a Academia ignorou na cerimónia deste ano. No entanto, o caso poderá ser diferente nesta abordagem ficcional do icónico apresentador norte-americano.

A cineasta por detrás de “Can You Ever Forgive Me?,” Marielle Heller, é a responsável por “A Beautiful Day in the Neighborhood,” protagonizado por Matthew Rhys (“The Americans“) na pele de um jornalista destacado para delinear o perfil de Mister Rogers. Este último será interpretado por Tom Hanks, que poderá ter aqui a sua primeira nomeação desde “O Náufrago,” de 2000.




LITTLE WOMEN

Personagens A Bela e o Monstro
Emma Watson em A Bela e o Monstro

No mesmo ano que Jordan Peele recebeu as três nomeações pela sua estreia na realização, Greta Gerwig partilhou do mesmo feito com “Lady Bird.”

Este ano, a cineasta está de volta com uma nova adaptação do clássico de Louisa May Alcott, “Mulherzinhas,” o qual é protagonizado nada mais nada menos do que por Meryl Streep, Timothée Chalamet, Saoirse Ronan e Emma Watson. A data de estreia está programada para a próxima época natalícia.




THE IRISHMAN

Joy
Robert De Niro | Joy

O mais recente projeto de Martin Scorsese é a ambiciosa crónica da vida de um assassino contratado e dos seus associados ao longo de várias décadas. Para conseguir tal feito, o realizador recorreu à mais recente tecnologia de ‘rejuvenescimento’ para permitir ao aclamado trio de protagonistas composto por Robert De Niro, Joe Pesci e Al Pacino, interpretar a sua personagem nas diferentes épocas.

Ora, pelo menos uma nomeação para Melhores Efeitos Visuais já deve entrar para o currículo de “The Irishman.” Mas é muito provável que não se fique por aí, não só pelo realizador e respetivo elenco, como também pelo guionista, Steven Zaillian, responsável pela “Lista de Schindler,” que lhe valeu a sua única estatueta dourada.

Lê Também:
6 Coisas que (possivelmente) Não Sabias sobre Martin Scorsese

No entanto, nem tudo em “The Irishman” é dourado. Ter a Netflix como distribuidora poderá ser um pequeno (grande) problema para o filme, uma vez que nem todos na Academia são a favor da elegibilidade de conteúdos divulgados pela plataforma. De forma a tentar contornar o caso, a táctica de assegurar a distribuição em salas de cinema já está em marcha. Só nos resta saber se Portugal integrará a lista dos ‘países sortudos,’ mas se “Roma” chegou cá, acreditamos que “The Irishman” não terá qualquer problema.




THE REPORT

the report

No espectro dos dramas políticos, 2020 poderá ter algo mais interessante que “Vice.” Falamos de “The Report,” a estreia na realização do guionista Scott Z. Burns, que nos trouxe narrativas como “Contágio” ou “Efeitos Secundários.” Aqui o argumento incide sobre o relatório comissionado por Dianne Feinstein para investigar o uso de tortura pelo CIA, após o 11 de setembro.

O filme recebeu críticas largamente positivas aquando a sua estreia no Sundance Film Festival, podendo vir a ser “O Caso Spotlight” de 2020, por partilhar da mesma abordagem direta e sem meias-palavras. Adam Driver é o protagonista, o que significa que poderemos vê-lo pelo segundo ano consecutivo na corrida, mas desta vez na categoria de Ator Principal. Como Atriz Secundária será provável encontrarmos Annette Bening, que interpreta Feinstein.




THE WOMAN IN THE WINDOW

HBO Sharp Objects

Depois de “A Hora Mais Negra,” Joe Wright decidiu unir forças com o aclamado dramaturgo Tracy Letts para trazer ao grande ecrã a adaptação de “The Woman in the Window,” baseado no best-seller do New York Times com o mesmo título.

Para ajudar à expetativa, o filme é protagonizado pela seis vezes nomeada Amy Adams, no papel de uma mulher agorafóbica com uma tendência para espiar os seus vizinhos. O elenco é ainda composto por Julianne Moore e Gary Oldman. Será este o ano de Adams?




ROCKETMAN/ BLINDED BY THE LIGHT/ YESTERDAY

“Bohemian Rhapsody” foi para muitos uma grande surpresa no circuito dos prémios deste último ano. Por isso, a avaliar pelo trio que ai vem, é provável que 2019 volte a repetir a ‘proeza.’

A comparação mais próxima será provavelmente “Rocketman,” o filme biográfico de Elton John, realizado por Dexter Fletcher, que terminou as filmagens de “Bohemian Rhapsody” após Bryan Singer ter sido despedido. E, neste caso, Taron Egerton realmente canta. Será interessante ver se será capaz de gerar o mesmo buzz que o vencedor do Óscar, Rami Malek.

Lê Também:
Atores com performances musicais brilhantes

Num outro espetro não menos interessante, temos o êxito do Sundance, “Blinded by the Light”, a emocionante história verídica sobre um adolescente Britânico-Paquistanês que descobre a música de Bruce Springsteen e decide começar a viver de acordo com as letras do cantor. A avaliar pelas críticas, não terá dificuldades em conquistar o público-geral.

Por último, temos “Yesterday” assinado pelo vencedor de um Óscar, Danny Boyle (“Quem Quer Ser Bilionário?”). Aqui a história também não é biográfica, uma vez que acompanha um homem que, depois de sofrer um traumatismo craniano, acorda num mundo onde é a única pessoa a lembrar-se dos Beatles.




STAR WARS: EPISODE IX

canais tvcine e séries

“Star Wars: Uma Nova Esperança” é o único filme da saga a contar com uma nomeação ao Óscar de Melhor Filme, mas isso poderá mudar este ano com o fecho da história da família Skywalker. Tendo em conta as recentes nomeações de “Bohemian Rhapsody” e “Black Panther,” J.J. Abrams poderá ver o seu IX Episódio entre os nomeados das principais categorias.

Star Wars: O Despertar da Força” e “Star Wars: Os Últimos Jedi” foram, de uma forma geral, bem recebidos tanto pela crítica, como pelo público. Por isso, não ficaremos inteiramente surpreendidos se a Academia decidir honrar a trilogia através do seu desfecho, à la “O Senhor dos Anéis: O Regresso do Rei.”




ERA UMA VEZ… EM HOLLYWOOD

once upon a time in hollywood

Para além de ser um potencial êxito junto do público, “Era Uma Vez… em Hollywood” também tem (praticamente) tudo para ser um dos preferidos da Academia. É o novo filme de Quentin Tarantino (há quatro anos que não víamos nada do aclamado realizador), é sobre Hollywood, tem um elenco sólido, e é protagonizado por duas das maiores estrelas do planeta: Leonardo DiCaprio e Brad Pitt.

Ainda que “Sacanas Sem Lei” e “Django Libertado” tenham recibo nomeação para Melhor Filme, o último projeto do cineasta, “Os Oito Odiados,” falhou nesta categoria. Por isso, não existem quaisquer garantias de que o mesmo não possa acontecer a “Era Uma Vez… em Hollywood”. Para não falar de que a Sony Pictures terá de saber aguentar o longo percurso que passará desde a estreia do filme no Verão, até aos Óscares. Mas acreditamos que o filme tenha uma boa hipótese de sucesso.




FORD V. FERRARI

Ford V Ferrari Matt Damon Christian Bale Le Man'66
Ford V Ferrari

Christian Bale e Matt Damon talvez formem uma das poucas duplas capaz de desafiar DiCaprio/Pitt. Os atores serão os protagonistas do próximo projeto do realizador que nos trouxe “Logan” ou “Walk the Line,” James Mangold. O filme que inicialmente teria estreia neste Verão, foi recentemente adiado para novembro pela 20th Century Fox. Coincidência?

O drama intitulado “Ford V. Ferrari” narra a corrida da Ford em construir um veículo capaz de competir com a Ferrari na célebre 24 Hours of Le Mans, na França, em 1966.

 

Qual o filme que te despertou mais interesse? Achas que um destes poderá ser considerado o Melhor Filme de 2019?

Inês Serra

Cresci a ir ao cinema, filha de pais que iam a sessões duplas...Será genético? Devoro livros e algumas séries. Fã incondicional do fantástico e do sci-fi. Gostaria de viver todos os dias com o mote Spielbergiano - "I dream for a living"

Inês Serra has 1011 posts and counting. See all posts by Inês Serra

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.